segunda-feira, 10 de julho de 2017

Rússia continuará cooperação com EUA na Síria

A Rússia continuará a colaboração com os EUA em zonas desmilitarizadas no sul da Síria, afirmou o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, acrescentando que, embora um acordo de cessar-fogo tenha entrado em vigor no domingo (9), ele precisa ser consolidado.

"Em relação às perspectivas de nossa cooperação com os americanos, ela continuará através da implementação desses acordos na zona desmilitarizadas no sudoeste da Síria. O memorando de 7 de junho ... assume o desenvolvimento de detalhes adicionais que assegurariam como esta zona funcionaria na prática. E apesar do cessar-fogo entrar em vigor no domingo às 12:00 , este cessar-fogo deve ser consolidado ", disse Lavrov aos jornalistas em Moscou.

Uma zona desmilitarizada ajuda a "desengajar" a oposição armada, a Al-Qaeda, Frente Al-Nusra, agora conhecida como Jabhat Fateh al-Sham e outros grupos reconhecidos como terroristas pela Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Um centro de monitoramento na capital da Jordânia, Amã, supervisiona a trégua na Síria, e trabalhará diretamente com a oposição e o governo sírio em Damasco, de acordo com o ministro das Relações Exteriores.

"Concordamos em usar um centro de monitoramento estabelecido pela Rússia, os EUA e a Jordânia em Amã para coordenar todos os detalhes sobre o funcionamento dessas zonas, disse Lavrov.

Os acordos finais sobre as zonas desmilitarizadas nas áreas próximas de Homs e Ghouta podem ser alcançados em breve, disse Lavrov, acrescentando que as negociações sobre a região de Idlib ainda estão ocorrendo.

A iniciativa das zonas desmilitarizadas ajudam a "normalizar as relações" entre a oposição armada e as forças governamentais, de acordo com Lavrov.

As zonas criam condições para que as partes "parem de lutar entre si" e unam forças contra os terroristas, concluiu.


Após o encontro na cimeira do G20 em Hamburgo, o presidente russo, Vladimir Putin, e seu colega norte-americano, Donald Trump, anunciaram que um acordo de cessar-fogo foi acordado no sudoeste da Síria.


O cessar-fogo aplica-se às províncias Daraa, Quneitra e As-Suwayda, e entrou em vigor no domingo (9).

GBN News - A informação começa aqui
com agências

0 comentários:

Postar um comentário