sexta-feira, 28 de julho de 2017

Programa de modernização dos AF-1B (A-4KU) pode sofrer alterações

Segundo informações que nos foram passadas pela Marinha do Brasil, os caças navais AF-1B (A-4KU) "Skyhawk", podem ter alterações em seu programa de modernização após uma revisão no planejamento naval resultante da decisão de se "aposentar" o NAe A-12 "São Paulo".

Inicialmente o programa de modernização tinha como objetivo dar um incremento as capacidades e vida operacional de 12 das 23 aeronaves A-4KU adquiridas pela Marinha do Brasil há quase duas décadas. O programa que vem se arrastando há um bom tempo, já entregou duas aeronaves modernizadas, uma das quais se perdeu há um ano durante colisão em exercícios de combate, vitimando seu piloto.

Agora, com a retirada de operação do único navio aeródromo da marinha brasileira, tornou-se necessária uma revisão no programa de modernização desenvolvido pela EMBRAER, levando á um estudo que pode levar a Marinha do Brasil a reduzir o número de células que serão modernizadas e mantidas em operação com a aviação aeronaval.

Alvo de muitas críticas á Marinha do Brasil após a desativação do A-12 "São Paulo", o programa de modernização dos caças AF-1B (A-4KU) tem sido reavaliado principalmente por questões orçamentárias e mesmo operacionais, uma vez que só há previsão de se dotar a esquadra com um novo NAe á médio/longo prazo, diante deste fator, não há muito lógica em investir muitos recursos no número inicial de aeronaves previsto no programa, uma vez que as mesmas deverão ser mantidas em operação com o foco principal de se manter a doutrina e capacitação em operações com aeronaves de asa fixa de emprego embarcado, garantindo a manutenção de uma capacidade conquistada com muito trabalho e investimento, e que estaria perdida se não houvesse prosseguimento com a operação deste tipo de aeronave no Esquadrão VF-1.


GBN News - A informação começa aqui

0 comentários:

Postar um comentário