sexta-feira, 18 de maio de 2018

Inteligência forense - Investimento de suma importância no Brasil

0 comentários
Muitos de nós já assistiu alguma das séries televisivas como CSI, Criminal Minds, Bones, dentre tantas outras famosas séries de TV que tem como enredo a investigação criminal amparada pela alta tecnologia forense. 

Muito da tecnologia apresentada na ficção, existe na realidade, porém, poucos países tem acesso a tais tecnologias. Dentre estes países com limitadas capacidades forenses esta o Brasil. Porém, a Cellebrite tem apresentado nos últimos anos, sistemas e softwares de alta tecnologia que tem mudado em parte a realidade forense brasileira. 

A importância da agilidade durante uma investigação é de suma importância, onde as equipes devem ter capacidades e ferramentas necessárias para se aprofundar em grandes volumes de dados heterogêneos, afim de obter respostas com rapidez e eficácia. O processo manual é demorado e dificulta a integração das equipes operado em áreas distantes entre si, atrasando a análise e troca de informações. E quando os investigadores e peritos não conseguem identificar as informações necessárias, eles passam para o caso seguinte. Indícios cruciais são deixados para trás.
Há pouco mais de dois anos, durante a LAAD 2016, tivemos o primeiro contato com sistema UFED Infield Kiosk, que tratava-se de uma plataforma móvel que permite extrair dados contidos em qualquer aparelho de telefonia celular, tablets, Smartphone, até mesmo aparelhos com chipsets chineses. Durante a recente edição da LAAD 2018, nos deparamos com mais uma nova tecnologia da empresa com fins de agilizar o processo de análise de dados obtidos através das extrações realizadas de dispositivos eletrônicos.

O Cellebrite Analytics Series automatiza as tarefas demoradas que impedem as equipes de obter informações de inteligência digital necessárias para resolver os crimes. Ele combina automaticamente grandes volumes de dados heterogêneos de dispositivos móveis, da nuvem, de computadores e de serviços de telecomunicações para que os usuários possam organizar, pesquisar, mapear, visualizar e gerenciar dados simultaneamente, identificando padrões, revelando conexões e descobrindo pistas com mais velocidade e maior precisão. 
São duas opções flexíveis, desenvolvidas para diversos ambientes de trabalho e funções investigativas: o Analytics Desktop, um aplicativo autônomo projetado para um único especialista forense trabalhando em casos individuais. E o Analytics Enterprise, que oferece suporte a um abrangente e colaborativo fluxo de trabalho de perícia digital em toda a organização, desde a decodificação e a indexação automática até a geração de relatórios e estudos analíticos por função.

É possivel analisar todo conteúdo enviado ou recebido pelas plataformas de onde foram extraídos os dados, mesmo após terem sido apagados, e a capacidade mais interessante que apresenta esse novo e inovador sistema, é a possibilidade de identificar pessoas em imagens de vídeo e fotos.

Tais capacidades conferem uma poderosa ferramente forense, capaz de analisar simultaneamente vários parâmetros e encaminhar os dados as equipes responsáveis pela investigação, sendo que a mesma pode estar alocada em cidades e até estados diferentes, possibilitando a inserção de dados e sua pesquisa por diversos sites diferentes. Assim podemos contar por exemplo, com uma força tarefa da Polícia Federal no Rio de Janeiro comparando informações obtidas em Brasília ou outros estados, com capacidade do sistema analisar inclusive as ligações entre determinados investigados, traçando elos de ligação entre criminosos distintos e tornando capaz identificar e desarticular esquemas e quadrilhas com mais rapidez e eficiência, obtendo de forma rápida e segura as provas necessárias para que a justiça faça cumprir o direito.

Tal tecnologia já esta entrando em operação no Brasil, embora a Cellebrite não possa nos informar devido ás cláusulas contratuais entre os órgãos de segurança e a empresa, mas é de conhecimento que tal tecnologia tem sido fundamental em importantes processos, como é o caso da "Lava Jato". 

Nós como brasileiros e contribuintes, gostaríamos de ver essa mesma tecnologia ser implantada em todo aparato de investigação, o que com certeza daria uma capacidade real de resposta a crescente criminalidade que toma nosso país de Norte e Sul. Lembrando que possuir e se valer da inteligência e suas tecnologias na atividade de segurança pública é primordial para o sucesso de uma política de segurança, pois não basta manter uma postura ostensiva e repressiva sem que haja a capacidade de identificar e neutralizar de maneira precisa a raiz do problema.

O Brasil esta muito atrasado em relação a polícia científica, e deveria neste momento parar e refletir seriamente sobre essa importante faceta da capacidade policial e mesmo judicial, pois não adianta prender o criminoso sem possuir as provas irrefutáveis que lhe garantirão uma pena condizente com seu crime, assim como não adianta mil policiais na rua sem saber quem são os criminosos que devem prender.

Em breve falaremos sobre outras ferramentas fundamentais para obtermos sucesso no combate ao crime organizado no Brasil.


GBN News - A informação começa aqui
Continue Lendo...

terça-feira, 15 de maio de 2018

SAAB Aeronáutica Montagens - O GBN esteve na apresentação da SAM

1 comentários

No último dia 9 de maio, fomos convidados pela SAAB a conhecer as futuras instalações da SAAB Aeronáutica Montagens (SAM), a qual segue o previsto proposto no âmbito do programa FX-2, onde o caça sueco saiu vencedor do contrato para 36 aeronaves com transferência de tecnologia. Naquela ocasião, foi fechado com a prefeitura de São Bernardo do Campo, que a mesma receberia a instalação de uma unidade de produção de componentes da futura aeronave brasileira, tema que foi alvo de controvérsias e mesmo notícias infundadas, quando foram veiculadas pela grande mídia informações totalmente fora do contexto em que se encontrava o desenvolvimento do projeto da SAAB no Brasil, tendo sido o assunto abordado pelo GBN News, que buscou lançar luz sobre os fatos e trazer a veracidade dos fatos aos nossos leitores, "GRIPEN E/F BR - O GBN esclarece importantes pontos a respeito deste programa estratégico para o Brasil".

Na última quarta-feira, 9 de maio, estivemos presentes a um dos importantes marcos do programa desenvolvido entre a SAAB e as suas parceiras em um dos mais importantes programas estratégicos de defesa no Brasil. Literalmente estivemos no "chão de fábrica", onde nas instalações da futura fábrica de aeroestruturas da SAAB, serão produzidos seis segmentos dos caças Gripen E/F, ou F-39, como será denominado no Brasil. Contando com uma área de aproximadamente 5 mil m² na cidade de São Bernardo do Campo, em São Paulo, sendo lançado mais um importante alicerce rumo a produção no Brasil do moderno caça.


Durante a cerimônia, foram apresentados importantes dados sobre o desenvolvimento do Gripen E/F BR, onde de forma objetiva nos foram dadas importantes informações sobre o andamento do programa e a instalação da SAM, as quais serão objeto de futura matéria sobre o Gripen.


Mikael Franzén, chefe da unidade de negócios Gripen Brasil, fez uma apresentação onde frisou o compromisso da SAAB com a capacitação de seus parceiros no Brasil e a transferência de tecnologia ao nosso país: “Estamos transferindo conhecimento e capacidade de produção de aeroestruturas complexas para o Brasil, cumprindo nosso acordo de offset. A fábrica já está se estruturando para fazer parte de uma cadeia global de suprimentos da Saab para os mercados de aviação civil e de defesa”, tal fato mostra que o legado do Gripen, nos trará mais que apenas a produção de 36 caças para Força Aérea Brasileira, mas apresenta o Brasil como um importante parceiro na estratégia global dos suecos, nos levando á posição de fornecedores em sua cadeia global de serviços, representando ganho não apenas em expertise e capacidade técnica, mas retorno financeiro que tende a ganhar um maior volume com encomendas de segmentos civis e mesmo de defesa para atender a outros mercados que não apenas o brasileiro.

A SAM será responsável por produzir seis complexos segmentos para os caças Gripen: Cone de cauda, freios aerodinâmicos, o caixão das asas, a fuselagem traseira e a fuselagem dianteira para a versão monoposto e a versão biposto.

Na ocasião assistimos alguns vídeos muito interessantes, que nos deram uma visão maior do que será o programa Gripen BR, os quais em breve iremos compartilhar com nossos leitores.

A SAM esta sendo implantada em uma área já construída, a qual após um detalhado estudo realizado por uma comissão, identificou o imóvel, o qual apresenta infraestrutura adequada ao previsto para instalação da SAM, o que poupa precioso tempo para implantação e entrada em operação da unidade. 

“Este é o início da instalação da fábrica. Já estamos implementando o escritório, contratando pessoas e fornecedores. Até 2020 toda a estrutura fabril estará montada para dar início a fabricação dos componentes do Gripen” disse Marcelo Lima, diretor-geral da SAM. Inclusive os primeiros engenheiros que irão fazer parte do time de produção, já foram selecionados e estão recebendo treinamento na Suécia, onde irão contar com toda estrutura de apoio e ensino da SAAB, tendo inicialmente passado por um nivelamento junto a parceira AKAER.

  
A SAM vai começar as operações em 2020 com 55 funcionários, entre engenheiros e técnicos, que serão capacitados em Linköping, na Suécia, por até 24 meses a fim de receber todo o treinamento necessário para o processo de industrialização, qualificação e montagem de fuselagens complexas, específicas para a produção de um caça supersônico no Brasil. No auge do programa, a SAM deverá contar com cerca de 200 funcionários altamente capacitados, produzindo aeroestruturas que serão fornecidas para a montagem final dos caças Gripen BR.

A SAM tem sua estrutura financeira composta por uma sociedade entre a sueca SAAB e a brasileira AKAER, sendo a SAAB o sócio majoritário com 90% e a Akaer com 10%. A empresa brasileira de engenharia especializada no desenvolvimento de aeroestruturas, é parceira da Saab no desenvolvimento do Gripen desde 2009, quando foi contratada para desenvolver o projeto de segmentos da fuselagem do Gripen, antes mesmo da aeronave ter sido definida como vencedora do programa FX-2. Desde 2009 a Akaer já trabalhou mais de meio milhão de horas no Programa Gripen. O trabalho começou com o desenvolvimento de partes estruturais e engenharia, agora passa a atuar também na área de produção, segundo Mikael Franzén.
  
A nova unidade fabril terá uma nova filosofia de trabalho, onde será totalmente abolido o uso de papel, uma verdadeira inovação, dentre tantas outras que nos foram apresentadas.

Fora os dados específicos em relação a SAM, recebemos informações sobre o andamentos do programa, como a entrega e inicio da integração do WAD ao Gripen BR, sendo este um importante fato no desenvolvimento da versão brasileira que deverá voar no próximo ano.

Além de poder reencontrar grandes amigos da mídia especializada, como nosso grande amigo Roberto Caiafa da T&D e outros amigos, tivemos a oportunidade de reencontrar o ex-comandante da FAB, Brig. Juniti Saito, pessoa pela qual temos enorme respeito e admiração, como também amigos da ABIMDE e da própria SAAB.

Em breve traremos mais informações sobre o Gripen BR e o desenvolvimento deste importantíssimo programa, lançando mais uma vez luz sobre este que será o mais moderno caça da América Latina, projetando nossa indústria e capacidades de defesa ao século XXI.


Por Angelo Nicolaci - Jornalista, editor do GBN News, graduando em Relações Internacionais pela UCAM, especialista em geopolítica do oriente médio e leste europeu, especialista em assuntos de defesa e segurança.


GBN News - A informação começa aqui
Continue Lendo...

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Rússia recebe da Síria mísseis de cruzeiro dos EUA

0 comentários
De acordo com a agência de notícias veiculadas pela TASS, uma fonte no Ministério da Defesa da Síria informou que o Exército Sírio entregou dois mísseis de cruzeiro americanos intactos aos militares russos.Tais mísseis foram encontrados intactos pelas forças sírias após os mesmo não detonarem durante o ataque da sexta-feira passada (13).
Os mísseis capturados teriam sido entregues às forças russas na terça-feira (17) e enviados para a Rússia nesta quarta-feira (18), onde provavelmente serão analisados por especialistas. Segundo a agência de notícias TASS, o Ministério da Defesa da Rússia não fez nenhum comentário sobre o assunto.
GBN News - A informação começa aqui
com agências de notícias
Continue Lendo...

EUA mudam lei para fomentar venda de armas ao exterior

0 comentários
A Casa Branca anunciou nesta quinta-feira mudanças em sua lei sobre comercialização de armas para o exterior para facilitar a venda tanto de drones como de armas convencionais, de maneira que as empresas americanas já não terão que procurar o Governo para estabelecer negociações com países estrangeiros.
"O fato é que nossos parceiros aliados querem comprar produtos americanos. Sabem que a nossa indústria produz os sistemas de defesa mais tecnologicamente avançados, complexos, precisos e efetivos", declarou o assessor comercial da Casa Branca, Peter Navarro, em entrevista coletiva.
As duas principais mudanças que a nova regulação trará são que as empresas americanas já não terão que recorrer ao Departamento de Estado para iniciar conversas com potenciais clientes estrangeiros e a mudança de categoria das Aeronaves Remotamente Pilotadas (ARP), para facilitar sua comercialização.
"A ideia é permitir às companhias vender diretamente, não necessariamente através do Governo dos Estados Unidos. Isto representa uma mudança enorme", afirmou aos jornalistas a secretária adjunta do Escritório de Assuntos Políticos e Militares do Departamento de Estado, Tina Kaidanow, também presente na coletiva.
Isto não implica, apesar disso, que qualquer venda de armamento contemplado na nova Política de Venda de Armas Convencionais não deva ser submetida em última instância ao Congresso, como acontece atualmente.
A legislação estabelece que é o Departamento de Estado que analisa se uma operação cumpre com os requisitos estabelecidos, após o que transfere uma recomendação ao Congresso, que tem um prazo de 30 dias para rejeitar a venda. Essa parte do processo não muda.
Também não varia, portanto, o conceito de 'presunção de negação', que tem por objetivo "evitar a proliferação de armas de destruição em massa ou daqueles sistemas que possam representar uma ameaça às tropas americanas", acrescentou Kaidanow.
"Durante muito tempo nos restringimos a nós mesmos na hora de fornecer a nossos aliados os recursos de que necessitam e que além disso favorecem nossos interesses", sustentou Navarro, ressaltando a importância de potencializar a capacidade militar destes países para que os EUA possam reduzir seu envolvimento em conflitos.
Além disso, acrescentou Navarro, fornecendo a estes países o armamento de que necessitam se reduz a dependência destes Estados de potências como China e Rússia, cuja crescente influência na América Latina é vista com receio nos EUA. 

Fonte: EFE
Continue Lendo...

Aviões americanos ainda podem sobrevoar a Rússia, diz Moscou

0 comentários
As companhias aéreas americanas continuam autorizadas a sobrevoar o espaço aéreo russo, garantiu nesta quarta-feira (18) o Ministério russo dos Transportes, apesar do fim do acordo entre Moscou e Washington sobre corredores aéreos.
"O Ministério dos Transportes da Federação da Rússia confirma que os voos das companhias aéreas americanas sobre o território russo continuam estando autorizados, segundo o esquema existente, até que se realizem novas negociações", declarou à AFP o porta-voz do Ministério Timur Jikmatov.
Dezenas de voos comerciais americanos atravessam todos os dias o espaço aéreo russo para chegar mais rápido a seus destinos na Ásia. O acordo entre os dois países que permite esses sobrevoos expirou na terça-feira (17), às 20h59 (horário de Brasília).
"Esta semana, enviamos para nossos pares americanos uma proposta de negociação sobre essa questão. Ainda não se acordou a data das negociações. Esperamos uma resposta dos nossos colegas americanos", acrescentou.
Na terça-feira (17), o Departamento de Estado anunciou que as companhias americanas começaram a desviar seus aviões do espaço aéreo russo algumas horas antes do fim do acordo.
Segundo a porta-voz da diplomacia americana, Heather Nauert, responsáveis pela Aviação civil russa participariam esta semana de negociações no Departamento de Estado em Washington, mas anularam sua visita sem indicar o motivo.
Os bombardeios aéreos americanos, franceses e britânicos do fim de semana passado contra instalações militares na Síria provocaram a irritação de Moscou, que já tentou usar os corredores aéreos como pressão no passado.

Fonte: AFP
Continue Lendo...

Pentágono ridiculariza eficácia dos sistemas de defesa aérea russos

0 comentários
O tenente-general Kenneth McKenzie, diretor do Estado Maior Conjunto dos Estados Unidos, ridicularizou nesta quinta-feira (19) a eficácia dos sistemas de defesa aérea russos que, segundo afirmou, não atingiram nenhum dos alvos na sexta-feira (13) durante a ofensiva dos EUA, França e Reino Unido contra a Síria.
"Os sistemas de defesa aérea sírios, que são de fabricação completamente russa - desenvolvidos pela Rússia e com manutenção russa - intervieram amplamente e fracassaram de maneira integral", argumentou McKenzie durante entrevista coletiva concedida no Pentágono.
De acordo com o militar, as forças do governo do presidente Bashar al Assad reagiram de maneira "confusa e caótica" ao lançamento de 105 mísseis por parte das tropas aliadas, uma ação motivada pelo suposto uso de armas químicas por parte do regime sírio contra a cidade rebelde de Duma.
"De fato, não tinham uma imagem clara do que estava acontecendo", afirmou.
Com estas palavras, os EUA insistem em negar as afirmações emitidas de Damasco que, como disse o próprio Assad no domingo (15), apontam que as forças locais derrubaram 70 mísseis lançados no ataque conjunto.
McKenzie frisou que, apesar da presença de tropas russas na Síria, onde combatem o terrorismo islâmico junto com as forças de Assad, o Kremlin decidiu não "intervir" durante a ofensiva, embora seus sistemas de defesa aérea estivessem "ativos e escaneando" os céus.
Questionada se, perante o aparente fracasso dos sistemas de defesa russos, a Turquia cometeu um erro em setembro ao fechar um acordo com o Kremlin para a compra de mísseis anti-balísticos, a porta-voz do Departamento de Defesa, Dana White, se limitou a dizer que é esse país o que deve "decidir o que é melhor para seus interesses".
O militar voltou a elogiar o sucesso da missão na qual foram atingidas três supostas instalações governamentais nas quais, segundo os relatórios de inteligência do Pentágono, era produzido e armazenado armamento químico.
Assim como fez no sábado (14), horas depois do ataque, McKenzie reconheceu que é provável que o governo sírio conserve certa capacidade residual do seu programa de armamento químico, a qual estaria repartida "por todo o país", por isso que não seria possível descartar novos ataques ilegais no futuro. 

Fonte:EFE
Continue Lendo...

República Tcheca completa upgrade de seus caças Gripen-C

0 comentários
A Força Aérea Tcheca completou com sucesso o upgrade dos sistemas de comunicação de seus caças SAAB Gripen C, o upgrade MS20 aumenta consideravelmente suas capacidades de combate e comunicação. A atualização faz parte da filosofia de projeto do Gripen, a qual possibilita ao seu operado uma continua capacidade de evoluir e adaptar  novas soluções de acordo com as diversas necessidades do operador.
O novo upgrade MS20 possui um conjunto de atualizações que vão de hardware á softwares, oferecendo uma série de melhorias e novas funcionalidades aos caças Gripen C, o upgrade representa ganhos tanto em termos da aeronave quanto aos sistemas auxiliares de suporte e treinamento. A atualização de capacidade foi introduzida pela primeira vez nos caças Gripen C da Força Aérea Sueca em 2016. Além de um pacote básico, cada cliente pode personalizar seu pedido com upgrades opcionais, dependendo de seus requisitos nacionais específicos.


“O MS20 é projetado como um pacote básico com vários add-ons opcionais para permitir que ele seja personalizado. Nosso trabalho de projeto de longo prazo, é baseado em uma abordagem evolucionária, significa que não desenvolvemos trilhas separadas, mas realizamos aprimoramentos funcionais graduais nos quais podemos basear nossas personalizações. É econômico para nossos clientes ”, diz Åsa Schöllin, gerente de projeto do Gripen C / D na Saab.


Dentre as melhorias que o MS20 representa para a Força Aérea Tcheca, ela aumenta enormemente a capacidade do Gripen C de engajar alvos terrestres ao incorporar bombas não guiadas e guiadas por laser na carga útil da aeronave, e a capacidade ar-ar é aprimorada pela introdução de novos modos de radar. Outro elemento-chave será a integração da mira eletro-ótica Litening III, que será usada não somente para guiar mísseis e bombas, mas também reconhecimento aéreo e combate. A atualização também implementa o datalink da OTAN Link 16, assim como os criptomodulos para comunicação encoberta.


"Graças à modernização das aeronaves Gripen C Tchecas, as capacidades operacionais da Força Aérea Tcheca será significativamente aumentada. Nossa equipe apreciou uma estreita e frutífera cooperação com a parte sueca nesse projeto específico de modernização, bem como a cooperação durante os anos que operamos com as aeronaves Gripen C", disse o coronel Petr Tománek, comandante da Base Aérea Caslav da Força Aérea Tcheca.


GBN News - A informação começa aqui
com SAAB
Continue Lendo...

Rússia diz ter achado cilindros de cloro alemão em Ghouta

1 comentários
A Rússia afirmou nesta quinta-feira (19) ter achado cilindros contendo cloro procedentes da Alemanha e fumígenos britânicos em Ghouta Oriental, o ex-reduto rebelde na Síria reconquistado pelo governo e cenário de um suposto ataque químico.
"As forças sírias descobriram nos territórios liberados de Ghouta Oriental contêineres com cloro da Alemanha fumígenos produzidos na cidade de Salisbury, na Inglaterra", declarou a porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova, citada pela agência TASS.
Salisbury é a cidade onde foram envenenados o ex-espião russo Serguei Skripal e sua filha Yulia, em 4 de março.
Londres acusou Moscou de ser autor desse envenenamento, mas a Rússia se declarou inocente e denunciou o que chamou de provocação.
Além disso, a Rússia denunciou nos últimos dias uma "encenação" dos rebeldes sírios sobre o suposto ataque químico contra a localidade de Duma, em Ghouta Oriental, em 7 de abril, que deixou mais de 40 mortos.
Este ataque, imputado pelos países ocidentais ao regime sírio, provocou um ataque de represália por parte dos Estados Unidos, França e Reino Unido contra alvos específicos na Síria.
Na noite de quarta-feira (18), a Rússia exibiu o que apresentou como sendo testemunho de um menino sírio que afirmava ter participado na encenação do ataque químico.
Quase todos os meios de comunicação russos comentaram a entrevista conduzida pela televisão pública Rossia 24.
O vídeo pode ser mostrado aos membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas durante a sua próxima reunião como evidência da "manipulação" ligada a este suposto ataque, de acordo com o embaixador russo nas Nações Unidas, Vassily Nebenzia.
Na reportagem, intitulada "A encenação da guerra", o Rossia 24 afirma que a criança, que é apresentada como Hassan Diab, de 11 anos, fez o papel de vítima de um ataque químico no vídeo filmado, segundo a emissora, pelos Capacetes Brancos, as equipes de resgate em áreas rebeldes que denunciaram o suposto ataque químico.
A AFP não pôde verificar as declarações de forma independente.
A criança não diz nada sobre a possível presença de câmeras no lugar, mas um homem que o Rossia 24 apresenta como seu pai, Omar Diab, diz que "os combatentes deram tâmaras, bolos e arroz para participarem nas filmagens".
Inspeção em espera
Ainda na quarta-feira (18), funcionários das Nações Unidas informaram que a ONU está negociando com as autoridades russas e sírias as garantias de segurança dos especialistas que investigarão o suposto ataque.
A missão dos especialistas da Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq) foi colocada em espera, depois que, na terça-feira (17), uma equipe de segurança da ONU foi alvo de disparos durante uma missão de reconhecimento em Duma.
Em relatório enviado ao Conselho de Segurança da ONU ao qual a AFP teve acesso, o departamento de Segurança das Nações Unidas (UNDSS, na sigla em inglês) indica que espera chegar a um acordo para poder deslocar os especialistas da OPAQ "o quanto antes".
"A UNDSS está realizando em Damasco discussões e ações de coordenação com representantes do governo da Síria e a polícia militar russa para reforçar as condições de segurança em lugares específicos de Duma", destaca o relatório enviado aos membros do conselho.
A equipe da OPAQ chegou a Damasco no último sábado (14), mesmo dia em que França, Estados Unidos e Reino Unido bombardearam supostas instalações com armas químicas na Síria.

Fonte: AFP
Continue Lendo...

Pentágono contrata Lockheed Martin para construir míssil hipersônico

0 comentários
O Pentágono se lançou oficialmente na corrida hipersônica ao contratar o fabricante Lockheed Martin para desenvolver o primeiro míssil americano capaz de voar a uma velocidade cinco vezes maior que a do som.
Na quarta-feira, o Pentágono anunciou que assinara com a Lockheed Martin um contrato de até 928 milhões de dólares por um período indefinido para a concepção, desenvolvimento e testes de um míssil hipersônico ar-superfície.
O novo chefe de pesquisa e desenvolvimento do Pentágono, Michael Griffin, havia apontado na terça-feira que os mísseis hipersônicos são agora a prioridade número um do Departamento de Defesa americano.
"Na minha opinião, o avanço mais significativo de nossos adversários tem sido o desenvolvimento pela China do que é hoje um sistema muito avançado de ataques convencionais com um alcance de vários milhares de quilômetros", disse ele durante uma audiência no Congresso.
Pequim acaba de anunciar que seus cientistas estão construindo um túnel de vento super potente com o objetivo de construir aviões e mísseis capazes de voar a mais de 12.000 km/h, ou seja, 10 vezes a velocidade do som.
Por outro lado, em março passado, o presidente russo Vladimir Putin se vangloriou das capacidades militares "invencíveis" do país, hipersônicas ou submarinas, mostrando uma síntese de imagem de novas armas 'high tech'.

Fonte: AFP
Continue Lendo...

As marcas ocultas da guerra deixadas por um navio nazista em árvores da Noruega

0 comentários
A implacável campanha para encontrar e afundar o Tirpitz, navio alemão usado na Segunda Guerra Mundial, deixou marcas na paisagem da Noruega que perduram até hoje.
A maior embarcação da Kriegsmarine, a marinha de Hitler, ficou estacionada boa parte da guerra na costa da Noruega, com a função de impedir uma possível invasão de inimigos dos nazistas.
A marinha alemã tinha uma estratégia para esconder o navio: ele ficava em uma área rodeada por montanhas e envolto em uma neblina produzida artificialmente com compostos químicos.
Essa "fumaça" causou enormes danos ambientais, atingindo as árvores da região - principalmente os anéis de crescimento.
Claudia Hartl, da Universidade Johannes Gutenberg, em Mainz, na Alemanha, deparou-se com o impacto ambiental da estratégia de camuflagem do navio nazista ao analisar os pinheiros de Kåfjord, uma aldeia no oeste da Noruega.
Hartl é especialista em medir a idade das árvores por meio de seus anéis. Ela coletou pedaços de madeira para tentar descobrir como era o clima do local anos atrás. O frio intenso e até uma infestação de insetos podem prejudicar o crescimento anual de uma árvores, mas nenhum desses fatores explicam o absoluta falta de anéis de crescimento observadas em algumas árvores datadas de 1945.
Um colega de Hartl sugeriu que o problema poderia ter a ver com o navio Tirpitz, que estava ancorado nos anos anteriores a 1945, quando Kåfjord foi atacada por bombas dos aliados.
Documentos da época mostram que os alemães usaram ácido clorossulfúrico para camuflar a posição do navio na região.
"Nós achamos que essa fumaça artificial danificou as folhas em formato de agulha dos pinheiros", disse Hartl à BBC.
"Se uma árvore não tem essas folhas, não consegue fazer fotossíntese e não produz biomassa. Em pinheiros, essas agulhas duram entre três e sete anos, porque são perenes. Se as árvores perdem essas agulhas, leva um longo tempo para se recuperar", afirma a pesquisadora alemã.
Uma das árvores ficou nove anos sem crescer depois de 1945. "Levou 30 anos para seu crescimento voltar ao normal. Depois de tudo isso, ela ainda está lá, viva, de forma impressionante", ressalta Hartl.

Os achados da equipe foram apresentados neste mês na reunião anual da União Europeia de Geociências, em Viena.
Em outro pinheiro, os anéis estão presentes, mas são extremamente finos - fáceis de perder. O impacto ambiental da fumaça nas árvores cai conforme aumenta a distância da área onde o navio ficava - ele se manifesta em plantas que ficam a até 4 km da região.
O Tirpitz sofreu alguns danos em Kåfjord. No entanto, a campanha militar para encontrar e destruir a embarcação finalmente conseguiu afundá-la em 1944 em Tromso, um pouco mais a oeste da Noruega.
efeito sobre as árvores
Hartl acredita que problemas ambientais causados pela guerra podem se repetir em outros lugares.
"Acho muito interessante uma fumaça ter causado problemas em árvores que são percebidos 70 anos depois. Em outros lugares da Europa, também foi usada fumaça artificial e outros produtos químicos. Talvez possamos encontrar casos parecidos de efeitos da Segunda Guerra", diz.

Fonte: BBC Brasil
Continue Lendo...

Judeus comemoram 70 anos de criação do Estado de Israel

0 comentários
Desde o pôr do sol de ontem (18), os judeus deram início às comemorações dos 70 anos da criação do Estado de Israel. Apesar de a data histórica da fundação ter sido em 14 de maio, os judeus comemoram hoje pois seguem o calendário judaico, que é diferente do calendário gregoriano e baseado nos ciclos da Lua.
A comemoração da fundação do Estado de Israel é antecedida pelo Yom Hazikaron, que é o Dia em Memória dos Soldados Caídos de Israel. As celebrações começaram às 20h de terça-feira (17), após o soar de uma sirene durante um minuto. Durante o toque da sirene, os israelenses ficam de pé, em silêncio, em sinal de respeito pelos mortos. A homenagem relembra os soldados que morreram no conflito árabe-israelense, em 1948, e as vítimas de terrorismo.

História



A história do povo judeu, que passou dois mil anos sem ter um território fixo, começou a mudar no final do século 19, quando milhares de judeus começaram a retornar ao antigo reino de Israel (então território da Palestina), em um movimento conhecido como sionismo.
No entanto, o território em questão era ocupado por árabes. Com a chegada dos judeus à região, em ondas migratórias que se prolongaram até o final dos anos 30, deu-se início a um período de muitos conflitos entre judeus e palestinos.
Além disso, com a ascensão do nazismo na década de 1930, houve um grande fluxo de judeus para a região, fugidos do Holocausto, que exterminou cerca de 6 milhões de judeus.

Estado de Israel

Em 1947, a Organização das Nações Unidas (ONU) decidiu criar o Estado de Israel, dividindo o território da Palestina, que estava sob mando britânico à época, em dois. O brasileiro Oswaldo Aranha era presidente da Assembleia Geral da ONU e foi ele quem anunciou a aprovação da Resolução 181, que decretava a formalização de Israel.
Os judeus ficaram satisfeitos com a proposta, mas os palestinos não. Em 1948, logo após a declaração de independência de Israel, começou o conflito conhecido pelos judeus como a Guerra da Independência; e pelos palestinos como a Catástrofe (Nakba), pois milhares deles tiveram que fugir ou foram expulsos de suas casas. O conflito acabou em 1949, após um cessar-fogo.
Apesar dos conflitos que fazem parte da história e do cotidiano da região, Israel conseguiu se estabelecer como uma democracia estável, tem a economia mais desenvolvida da região e um PIB de cerca de 318 bilhões de dólares.

Fonte: Isto É
Continue Lendo...
 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger