sábado, 1 de julho de 2017

Reino Unido confiante antes dos ensaios de integração da F-35B ao HMS "Queen Elizabeth"

O Reino Unido otimista enquanto se prepara para o início dos ensaios de operação embarcada dos F-35B Lightning II no novíssimo HMS "Queen Elizabeth" esperados para ter inicio no final de 2018.

Segundo o Marechal-chefe do ar, Sir Stephen Hillier, relatou em entrevista ao site Jane's, o mesmo informou que o trabalho de testes de integração do F-35B as operações embarcadas já estão sendo realizados pelo pessoal do USMC, onde vem sendo testada a variante F -35B nos navios de assalto anfíbios, o que tem e grande parte colaborado para preparar o terreno para os ensaios de integração no HMS "Queen Elizabeth", programados para começar no final de 2018.

"Para a integração do "Queen Elizabeth" e o F-35B, estamos otimistas. O US Marine Corps tem lançado seus F-35B de seus próprios porta-aviões, com pilotos e engenheiros do Reino Unido participando desses testes, então nós já temos a experiência de voar F-35B a partir de meios navais. Quando você olha o tamanho do nosso navio aeródromo em comparação com os navios de assalto da classe Wasp e América do USMC, não deve ser um grande desafio, não consigo ver nenhum motivo pelo qual não conseguiríamos completa nosso plano de ensaios de voo a começar no final do próximo ano ", disse ACM Hillier.

Com o primeiro F-35B do Reino Unido chegando ao HMS "Queen Elizabeth" no final de 2018, a capacidade operacional inicial para as aeronaves a bordo do NAe deverá ocorrer em 2020. Em 2021, o USMC deverá embarcar uma série de aeronaves a bordo do navio, O que irá reduzir o risco do programa para o Reino Unido. A capacidade total de operação tanto do HMS "Queen Elizabeth" quanto dos F-35B do Reino Unido esta definida para 2023.


GBN seu canal de informação e noticias
com site Jane's

0 comentários:

Postar um comentário