terça-feira, 9 de agosto de 2016

Encontrados alguns destroços do caça AF-1B desaparecido há 14 dias

Após 13 dias de buscas, surgem os primeiros destroços do AF-1B, foram encontrados os pneus do trem de pouso principal, segundo informe da Marinha do Brasil, relatando que os destroços foram encontrados na praia de Monte Alto, distrito de Arraial do Cabo e na Praia do Peró em Cabo Frio, sendo os primeiros destroços encontrados após dias de intensas buscas. 

Abaixo segue a nota recebida na última noite por nosso site:


MARINHA DO BRASIL

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA

Nota à Imprensa VI

Brasília, em 08 de agosto de 2016.


  

A Marinha do Brasil (MB), em complemento às Notas publicadas anteriormente, informa que as buscas ao piloto e à aeronave AF-1B, desaparecidos no mar desde terça-feira (26/07), prosseguem de forma contínua.

Foram encontrados, até o presente momento, os dois pneus do trem de pouso principal da aeronave, nas praias de Monte Alto, em Arraial do Cabo, e do Peró, em Cabo Frio, o que fez com que as buscas fossem intensificadas no litoral daquela região. 

No final da tarde do último domingo, o Navio de Socorro Submarino “Felinto Perry” e o Navio de Pesquisa Hidroceanográfico “Vital de Oliveira” - utilizados diuturnamente desde o início das operações de busca - saíram temporariamente da cena de ação para reabastecimento no Rio de Janeiro e retornarão à área na próxima quarta-feira.

Entretanto, as equipes de apoio permanecem no local realizando buscas, com emprego de aeronaves, lanchas e viaturas. As condições do mar de ressaca reinantes nos últimos dias têm dificultado os trabalhos; contudo, todas as praias das regiões de Maricá, Saquarema, Arraial do Cabo e Cabo Frio têm sido verificadas diariamente.


Nosso editor, Angelo Nicolaci, possui uma teoria para a dificuldade em localizar os destroços da aeronave e seu piloto que provavelmente não conseguiu se ejetar e estaria preso ao cockpit, segundo sua teoria. Seguindo a teoria, a aeronave provavelmente após colidir contra o mar não chegou a tocar o fundo, tendo permanecido semi-submersa por conta de um possível bolsão de ar e os pneus do conjunto de trens de pouso, o que pode responder á dificuldade em localizar os destroços da aeronave, uma vez que se a aeronave não tenha tocado o leito do oceano, pode muito bem ter sido arrastada pelas correntezas para outro local que não o do impacto inicial contra o mar, onde estão sendo realizadas as buscas desde então, com isso seria necessária uma reavaliação da estratégia de buscas, onde após passados vários dias, a área onde possivelmente se encontrem os destroços estaria fora do local atual das buscas devido as mares e principalmente á ressaca que atinge a região.

Os destroços que surgiram são uma importante pista, e tão logo os navios H-39 e K-11 retornem ás buscas após seu reabastecimento, seria de grande importancia a ampliação das zonas de busca no sentido Arraial do Cabo / Cabo Frio, pois há indícios que os destroços podem estar no trecho compreendido entre Saquarema e Cabo Frio.

Estamos torcendo para que logo se localize a aeronave e seu piloto. Em breve traremos mais notícias.


GBN seu canal de informações e notícias

0 comentários:

Postar um comentário