quinta-feira, 30 de junho de 2016

Mais um incidente entre as marinhas Russa e Americana

Washington e Moscou se encontram mais uma vez diante de um incidente por manobras marítimas perigosas entre seus navios de guerra no Mar Mediterrâneo, como ocorrido em 17 de junho, novamente a fragata do projeto 1154 Classe Neustrashimy "Yaroslav Mudry", se envolveu em um incidente desta vez envolvendo outro grupo de batalha da US Navy.
No incidente registrado em 17 de junho o destroyer  da classe Arleigh Burke "USS Gravely" se aproximou da fragata russa Yaroslav Mudry a uma distância "perigosa", se colocando entre a fragata russa e um porta aviões norte americano "Harry S. Truman" do qual a fragata se aproximava, o "USS Gravely" se aproximou de maneira perigosa do navio russo Yaroslav Mudry, a uma distância de 60 a 70 metros", e depois passou a "180 metros de sua proa".De acordo com um oficial americano, os navios se cruzaram a uma distância em torno de "290 metros".
Publicidade
imagem obtida pela tripulação russa
Desta vez a fragata russa se aproximou mais uma vez de um grupo de batalha, se colocando entre o cruzador da Classe Ticonderoga "USS San Jacinto" e o porta aviões "Dwight D. Eisenhower" que desenvolviam missões de ataque a posições do Estado Islâmico na Síria e Iraque.
Segundo fontes da US Navy, a fragata russa desenvolveu manobras agressivas e extremamente arriscadas, efetuando manobras a poucos metros do cruzador americano, praticas inesperadas e contrárias as normas de segurança no mar.
Após algum tempo desenvolvendo estas manobras a fragata russa manobrou bruscamente e se colocou na esteira do cruzador americano os seguindo por mais algum tempo.
Estas ações podem provocar uma "escalada desnecessária nas tensões", afirmou o oficial americano.

GBN seu canal de informação e notícias
com agências de notícias

0 comentários:

Postar um comentário