segunda-feira, 27 de junho de 2016

Um desabafo frente a violência e o descaso de um governo corrupto e omisso

Até quando vamos perder nossos militares, familiares e amigos? Neste domingo, infelizmente perdemos mais um de nossos guerreiros, o 1º Tenente Denilson Theodoro de Souza, veio a óbito após uma tentativa de assalto quando ia visitar seu sogro na Pavuna, Rio de janeiro. Denilson era casado e deixa dois filhos, um menino de 16 anos e uma menina de 9 anos. Essa semana não é o único policial ou cidadão que perde sua vida. Sabado uma médica foi assassinada em uma tentativa de assalto, ela retornava ao seu lar após realizar ações sociais. Frente a isto eu pergunto: Onde estão os ditos "direitos humanos"? Onde esta a segurança?

Peço licença aos leitores para aqui expressar a minha opinião de cidadão, a visão de um homem pai de família, um homem que acredita em nosso país e principalmente respeita e se orgulha de nossos militares, não apenas das três forças armadas, mas também das forças auxiliares e órgãos de segurança pública, e no meu direito venho externar minha preocupação quanto a falta de atitude de nossos governantes nos seus diversos escalões de poder, que tem assistido inertes as notícias que são por demais preocupantes em nossa sociedade. Mas se eu for defender a justiça e cobrar uma resposta severa e dura contra esta marginalidade que infelizmente hoje esta entranhada inclusive no poder público, serei severamente censurado e atacado por não concordar com a visão imposta á nossa sociedade que esta corja de criminosos são "vítimas" da sociedade, são os ditos "produtos do meio", pois vejo no dia a dia centenas de pessoas que enfrentaram muitas dificuldades e ainda enfrentam, trabalhando honestamente, buscando através do seu duro esforço o alimento para suas famílias.

Todos defendem os direitos humanos quando um policial abate um desses criminosos em confronto ou na imposição da lei e da ordem, crucificando nossos policiais e criminalizando a resposta a violência perpetrada por estes marginais que hoje confrontam abertamente nossas leis e nos tiram os direitos e ate mesmo a vida!

Estou cansado de ver nosso país afundar em meio a omissão e corrupção, chega de nos calarmos, chega de assistir a tudo que acontece e agirmos como se não tivéssemos nenhuma responsabilidade ou que nada nos diz respeito, é sobre isso que quero tratar aqui neste artigo, quero conclamar nossos amigos e leitores a reflexão, a buscar que finalmente venhamos a abrir nossos olhos para o problema que esta aqui, prontos para nos tirar não só nossos bens, pois estes podemos com luta e trabalho recuperar, mas estes "terroristas" que vem nos tirar nossas vidas, as de nossos amigos e familiares. Já é mais do que hora de pressionar o judiciário, pressionar o legislativo e impor nossa vontade de possuir leis rigidas e aplicadas no impeto de dissuadir estes criminosos de seus atos, leis que realmente levem punição por estes crimes bárbaros. Chega de ser complacentes e "bonzinhos". 

Eu espero por atitude do estado, liberdade para nossos policiais agirem e reprimirem a criminalidade, quero ver investimento em tecnologia e prevenção de crimes, quero ver polícia técnica e uma atitude ostensiva e investigativa, vamos pra cima do problema. Vamos caçar e não mais servir de caça.

Mas tudo depende de nós, depende de mim e de você amigo leitor, pois nós somos os donos da bola, nós que pagamos os impostos e elegemos estes governantes, eles são nossos empregados, eles tem de agir de acordo com o que nos é necessário e não o contrário.

Vamos pedir o fim do foro privilegiado e de tantas mordomias, vamos pedir transparencia e acompanhar os nossos candidatos, vamos estudar suas vidas e impor a eles um projeto de governo que atenda a todo nosso povo. Isso é ser democrata, isso é ser cidadão, participe, lute, cobre justiça.

Chega de mordomias aos nossos presidiários, chega de visita intima e saída em feriados, nada de progressão de regime, é dever do preso apresentar bom comportamento, isso não deve lhe valer nenhum benefício, mas sim devemos coloca-los para trabalhar, temos muitas obras e estradas a concluir, vamos usar a mão de obra deles para devolver a sociedade o custo de se manter estes criminosos reclusos. Vamos impor educação, formação escolar nos presídios. Vamos impor regras duras, vamos impor uma maioridade penal condizente com a nossa realidade. Vamos transformar em um verdadeiro inferno a vida desses caras, pois vagabundo odeia trabalho, nada dignifica mais um homem que o trabalho.

Estou aqui encerrando esse desabafo e espero contar com sua participação e abrir um debate sobre estas questões que despejei aqui em meio a minha ira, em meio aos sentimentos aflorados de um patriota que sente-se de mãos atadas pelas omissas posições de nosso governo.

Não quero jogos olímpicos ou qualquer grande evento em meu país quando não temos o básico que é saúde e educação, o Brasil para os brasileiros, depois estrangeiros. Bilhões para olimpíadas enquanto nossos professores e servidores passam aperto com salários atrasados, bilhões em um evento enquanto nossos hospitais padecem de equipamentos e medicamentos. Não quero mostrar algo que não somos ao mundo, quero primeiro que meu povo tenha um país digno para se viver!!!

Viva ao Brasil!!!


0 comentários:

Postar um comentário