segunda-feira, 6 de junho de 2016

Canadá visa adquirir F/A-18 E/F para suprir lacuna ao invés de F-35

O governo canadense quer adquirir o Super Hornet para preencher a lacuna de capacidade de sua força de caças a título provisório, um movimento que também iria tirar a pressão sobre o primeiro-ministro do país com a questão política espinhosa de aquisição do F-35.

O primeiro-ministro Justin Trudeau havia prometido durante a campanha eleitoral do ano passado que seu governo nunca iria comprar o F-35 Joint Strike Fighter, mas que o avião ainda é objeto de desejo da força aérea do Canadá. Qualquer decisão de exclusão do F-35 de uma competição para adquirir novos caças também poderia desencadear uma batalha legal complicada.

Mas o acordo proposto para comprar os Super Hornets em uma base provisória iria empurrar qualquer competição para um novo caça para o final de 2020, permitindo a Trudeau manter sua promessa eleitoral ao lidar com a questão da substituição da frota envelhecida do país que opera com os caças CF-18.

O jornal National Post noticiou nesta segunda-feira (6) que o governo canadense tinha a intenção de prosseguir com a compra de caças Super Hornet, mas que uma decisão final ainda tinha que ser tomada.

O ministro da Defesa canadense Harjit Sajjan disse na semana passada em Ottawa, que o Canadá em breve estará diante de uma lacuna em suas capacidades devido ao envelhecimento da frota de caças CF-18. "Hoje, estamos diante dos risco de uma lacuna entre nossos compromissos com o NORAD e a OTAN e o número de caças disponíveis para as operações", disse o representante da indústria na feira de defesa CANSEC em Ottawa. "Na década de 2020, podemos prever uma queda crescente em nossa capacidade, e isso eu considero inaceitável e é uma coisa que pretendemos corrigir ".

A Boeing e a Lockheed Martin ainda têm de responder sobre o acordo proposto.

Mas fontes do setor confirmam que a Boeing apresentou recentemente o seu plano para o governo canadense para a compra de caças F/A-18 E/F Super Hornet em uma "base provisória" e recebeu uma resposta entusiástica.

O governo anterior do partido conservador tinha se comprometido com a compra de 65 caças F-35 JSF, mas as autoridades resolveram por esses planos temporariamente suspensos em meio as acusações de que os militares canadenses haviam tentado esconder o custo total desta aquisição.


0 comentários:

Postar um comentário