domingo, 26 de junho de 2016

BUK-M3 aprovado em testes deverá entrar em operação ainda em 2016

A fabricante do sistema de defesa aérea da Rússia Almaz-Antey realizou testes bem-sucedidos do mais novo sistema de defesa aérea com mísseis Buk-M3. Os testes foram realizados em Kapustin Yar, perto de Astrakhan, no sul da Rússia, informou na última sexta-feira (24).

"Em junho de 2016, peritos da Almaz-Antey dispararam um míssil a partir do novo sistema de defesa aérea de médio alcance Buk-M 3 em um alvo balístico na proximidades de Kapustin Yar", disse o serviço de imprensa da empresa, acrescentando que o míssil-alvo foi utilizado durante o teste.

Yan Novikov, CEO da Almaz-Antey, foi citado pelo serviço de imprensa como tendo dito que o rastreamento de alvos era estável, apesar das condições meteorológicas adversas. "O míssil lançado acertou o alvo, uma vez que entrou na área efetiva", disse ele.

Novikov disse que os militares russos deverão receber o primeiro grupo do novo sistema Buk em 2016.

De acordo com o serviço de imprensa da Almaz-Antey, o míssil testado "praticamente supera o dobro" em características os modelos anteriores e é inigualável entre os sistemas de defesa aérea com mísseis no mundo em sua classe. "O novo míssil tem um peso significativamente menor. Isso aumentou a capacidade de munição 1,5 vezes do veículo de mísseis. Os mísseis do novo sistema são transportados em contentores e lançados a partir deles", disse a Almaz-Antey.

Chefe das Forças de Defesa Aérea da Rússia, Alexander Leonov disse anteriormente que "um único novo míssil" foi criado para a versão Buk-M3. Um novo míssil de ponta foi criado para o sistema de defesa aérea de médio alcance Buk-M3, disse ele. "Conteiners de transporte e lançamento do sistema auto-propulsado foram projetados para alojar seis mísseis. Os novos mísseis são mais compactos, mas são mais precisos e capazes de voar longas distâncias. Assim, ele pode ser chamado de um novo míssil capaz de atingir de forma eficiente alvos aéreos" disse. Ele disse que a capacidade do novo sistema de mísseis tinham sido ampliado em 1,5 vezes, uma vez que é capaz de alojar seis mísseis em vez de quatro.


Mais cedo, uma fonte no Ministério de Defesa da Rússia disse que os sistemas de mísseis Buk-M3 seriam incluídos no inventário do exército da Rússia antes do final de 2016 e chegaria ao exército a partir de 2016.

O sistema Buk-M3 é superior ao sistema de defesa aérea com mísseis S-300 por um certo número de características, incluindo a probabilidade de destruição. O sistema Buk-M3 tem um alcance de 70 km (43,5 milhas), que é 25 km (15,5 milhas) maior em comparação com as versões anteriores do sistema de mísseis antiaéreos Buk. O Buk-M3 tem uma altitude máxima de alcannce de 35 km (21,7 milhas).

O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu disse anteriormente que haviam planos para tornar operacional a primeira brigada do novo sistema Buk em 2016.

GBN seu canal de informações e notícias
com agências de notícias

0 comentários:

Postar um comentário