quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Rússia e Arábia Saudita estreitam laços

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, recebeu o rei Salman da Arábia Saudita para conversas no Kremlin nesta quinta-feira (5), consolidando um relacionamento crucial para a determinação dos preços mundiais do petróleo e poderia ser fundamental para a resolução de conflitos no Oriente Médio.
O rei Salman liderou uma delegação a Moscou que realizou acordos de investimento conjunto no valor de vários bilhões de dólares, fornecendo investimentos necessários para economia russa, prejudicada pelos baixos preços do petróleo e sanções ocidentais.
Na frente política, não houve nenhum sinal de avanço substancial nas questões que dividem Moscou e Riad, incluindo o fato de que eles ocupam lados rivais na guerra civil da Síria.
No entanto, ainda não havia nenhum sinal de discórdia pública. Noticiando as mídias sobre as conversações entre Putin e o Rei Salman, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, se concentrou no consenso entre os dois países.
Lavrov disse que os dois líderes concordaram com a importância de combater o terrorismo, encontrar soluções pacíficas para os conflitos no Oriente Médio e sobre o princípio da integridade territorial.
Com uma expressão concreta de como os laços se aprofundam, a Arábia Saudita disse que assinou um memorando de entendimento sobre a compra dos sistemas de defesa aérea S-400 da Rússia.
Os dois líderes tiveram uma "discussão amigável e substancial baseada no desejo de Moscou e Riad de crescer consistentemente parcerias mutuamente benéficas em todas as esferas", disse Lavrov em um briefing ao lado de sua homóloga saudita, Adel al-Jubeir.
"Nós acreditamos que novos horizontes se abriram para o desenvolvimento de nossas relações que não poderíamos imaginar anteriormente", disse o ministro das Relações Exteriores saudita, falando através de um intérprete.
"As relações entre a Rússia e Arábia Saudita atingiram um momento histórico", disse Jubeir. "Estamos certos de que o fortalecimento das relações russo-sauditas terá um impacto positivo no fortalecimento da estabilidade e segurança na região e no mundo".
Riad apoia os rebeldes que lutam contra as forças do presidente Bashar al-Assad, enquanto tropas russas e milícias iranianas se uniram com Assad. Isso deixa Moscou alinhado com o arqui-rival da Arábia Saudita, cuja influência teme Riad está crescendo na região.
No entanto, a intervenção militar da Rússia no conflito da Síria provocou um reconhecimento nas capitais árabes de que agora Moscou possui influência real no Oriente Médio.
Moscou e Riad trabalharam juntos para garantir um acordo entre a OPEP e outros produtores de petróleo para reduzir a produção até o final de março de 2018, em um esforço para impulsionar os preços mundiais.
Os outdoors foram erguidos na estrada do aeroporto ao centro de Moscou, acolhendo o rei Salman em árabe e russo.
Seu filho, o príncipe Mohammed bin Salman, visitou a Rússia em maio, pouco antes de sua elevação como príncipe herdeiro.

Fonte: Reuters

0 comentários:

Postar um comentário