domingo, 22 de outubro de 2017

Reino Unido destina pacote de ajuda para a Síria

O Governo do Reino Unido anunciou neste domingo que destinará um pacote de ajudas, avaliado em 10 milhões de libras, destinado aos cidadãos sírios da cidade de Al Raqqa.
A ministra britânica para desenvolvimento internacional, Priti Patel, afirmou hoje que o valor será usado para pôr fim à "sentença de morte" que ainda enfrentam por parte do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) os civis inocentes da recém liberada cidade síria.
Essa cidade, descrita como "a cabeça da serpente" do autodenominado califado do EI, foi liberada formalmente na quarta-feira passada, quando as Forças da Síria Democrática (FSD) declararam a vitória sobre o grupo terrorista.
Patel pediu hoje à comunidade internacional para continuar o exemplo do Reino Unido na hora de ajudar as centenas de milhares de pessoas desse país que se viram forçadas a ir embora sem nada, que sofrem ferimentos e trauma após anos de violência e bombardeios.
Segundo explicou a política britânica, a soma destinada pelo Reino Unido contribuirá para a eliminação das minas antipessoais e para o reabastecimento de hospitais de modo que os sírios possam, eventualmente, retornar ao seu país.
Patel acrescentou que "anos após a violência bárbara e indiscriminada do EI, a liberdade de Al Raqqa oferece uma luz de esperança, mas os indefesos homens, mulheres e meninos continuam enfrentando uma brutal sentença de morte das minas antipessoais e das feridas infligidas nos conflitos".
A ajuda será entregue através de parceiros britânicos que já colaboram na Síria, entre eles agências dependentes das Nações Unidas e da Organização Mundial da Saúde. 

Fonte: EFE

0 comentários:

Postar um comentário