segunda-feira, 23 de maio de 2016

Compra de 186 unidades do modelo LMV está sujeita a restrições orçamentárias


Iveco foi declarada vencedora de uma licitação do programa Viatura Blindada Multitarefa Leve de Rodas (VBM-LR) para fornecer um novoveículo ao Exército Brasileiro. O modelo LMV bastante difundido na Europa e baseado na plataforma do Daily foi o escolhido. Ele concorreu com o também finalista Tupi, da Avibras, baseado no veículo Sherpa, desenvolvido pela divisão de defesa da Renault.

Segundo a Epex, Escritório de Projetos do Exército, no início do processo licitatório, em novembro de 2013, o Exército previa a compra de 32 unidades, mas havia planos de adquirir outros lotes totalizando 186 viaturas a serem compradas a partir deste ano. Contudo, a definição das aquisições dos veículos por parte do Exército está sujeita às restrições orçamentárias. 

A escolha do Exército pelo veículo da Iveco foi definida no início de abril, mas só agora divulgado pela própria Iveco. Em julho de 2015, a montadora juntamente com a Avibras havia sido indicada como finalista do programa. O projeto técnico-comercial final foi apresentado por ambas as empresas em agosto do ano passado. A Iveco se destacou pelo atendimento técnico aos requisitos impostos pelo Exército e pelo preço final do produto, com custo menor que o da Avibras.

A VBMT-LR é uma viatura 4x4 com um peso máximo de 8 toneladas e capacidade de carga de 1 tonelada com espaço para uma guarnição de 5 homens, com requisitos de blindagem e especificações bélicas de sobrevivência para os tripulantes.

Segundo a Iveco, o LMV será produzido na planta da divisão de defesa em Sete Lagoas (MG), a mesma que faz o Guarani. O modelo está apto para missões de patrulhamento e pacificação em qualquer ambiente, seja urbano ou em rotas fora de estrada. Cerca de quatro mil unidades já foram vendidas em outros países e de diferentes continentes, principalmente nos membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).


Fonte: Automotive Business via Forte

0 comentários:

Postar um comentário