sábado, 16 de setembro de 2017

O Irã afirma ter "pai de todas as bombas", capaz de ofuscar a "mãe" americana

Um alto comandante do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã (IRGC) afirma que o país possui o "pai de todas as bombas", e que ofusca a mais poderosa arma não nuclear dos EUA.

A bomba foi desenvolvida sob um pedido especial do IRGC, disse o comandante da Força Aeroespacial do corpo, o general de brigada Amir Ali Hajizadeh, em uma entrevista nesta sexta-feira (15).

"Na sequência a proposta da Força Aeroespacial do Corpo de Guardas da Revolução Islâmica (IRGC), a Indústria de Defesa do Irã criou uma bomba de 10 toneladas. Essas bombas estão à nossa disposição", disse o comandante.

"Elas podem ser lançadas a partir de aeronaves Ilyushin e são altamente destrutivas" , acrescentou sem fornecer mais detalhes sobre as capacidades dos artefatos.

O comandante chamou o dispositivo de "pai de todas as bombas", comparando-o com a bomba americana GBU-43/B (MOAB), comumente conhecida como "mãe de todas as bombas". Uma vez que o dispositivo americano pesa 9.8 toneladas e produz o equivalente á 11 toneladas de TNT, o comandante do IRGC presumivelmente se referiu ao peso da nova arma iraniana em vez de seu potencial destrutivo.

A MOAB foi desenvolvida em 2003 e usada pela primeira vez em combate em abril, quando os EUA lançaram a bomba no Afeganistão em um complexo de túneis de montanha usado pelos terroristas do Estado islâmico.

A nova arma iraniana, no entanto, pode desencadear uma disputa de paternidade de bomba, já que a Rússia já possui uma munição não nuclear conhecida como "pai de todas as bombas". 

A bomba aeronáutica de alto poder, conhecida como o "pai de todas as bombas" (FOAB), foi testada com sucesso pela Rússia em 2007, com resultados impressionantes para um dispositivo não nuclear, ontedndo um rendimento de 44 toneladas quando detonado. A bomba explode o ar, vaporizando seus alvos, colapsando estruturas.

GBN News - A informação começa aqui
com agências

0 comentários:

Postar um comentário