sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Landshut - A saga do retorno do histórico 737 da Lufthansa

Todos acompanharam as notícias sobre o paradeiro do histórico 737 "Landshut" da Lufthansa, o qual protagonizou momentos críticos quando foi sequestrado por um grupo "Frente Popular para a Libertação da Palestina", sendo desviado para Somália em 13 de outubro de 1977.

O vôo 181 da Lufthansa foi tomado e levado de Baviera para a capital somali de Mogadíscio, onde chegou em 17 de outubro de 1977. Durante o sequestro os extremistas executaram o comandante do "Landshut", Jürgen Schumann, durante a escala do voo em Aden, onde foi realizada uma escala para reabastecimento.
"landshut" abandonado em Fortaleza
O drama finalmente terminou com a perfeita ação executada pelos Comandos GSG-9 alemães, que durante a bem sucedida operação mataram três dos quatro sequestradores e resgataram todos os 86 passageiros. Apenas um dos operadores do GSG-9 e quatro passageiros ficaram feridos na operação de retomada da aeronave.
O resgate do "Landshut" se tornou um símbolo para os alemães, tido como um marco visto como uma resposta de que a sociedade livre não pode ser derrotada pelo medo e pelo terror", segundo se expressou o ministro das Relações Exteriores, Sigmar Gabriel, sobre a importância histórica desta aeronave.
O "Landshut" após o fim do sequestro voltou a sua rotina normal de voos, tendo sido operado até 1985 com a Lufthansa, a qual o vendeu. Mas passados quase 40 anos do ocorrido, eis que a aeronave foi localizada abandonada no aeroporto de Fortaleza, a qual havia servido a extinta TAF Linhas Aéreas até 2008, quando deixou de operar e ficou abandonada na área remota daquele aeródromo. O Ministério das Relações Exteriores alemão recebendo as informações sobre o paradeiro do 737, entrou em contato com as autoridades responsáveis e comprou em julho a aeronave por cerca de  23.900 dólares.
O "Landshut" que semana passada foi desmontado e embarcado em um Antonov AN-124 e transladado de volta à Alemanha, onde será restaurado e exposto no Museu Dornier, sendo uma peça importante que remonta o momento histórico do "Outono Alemão".
A operação foi complexa mas bem sucedida e podemos conferir algumas imagens garimpadas da "rede" do processo de embarque e desembarque do "Landshut".















GBN News - A informação começa aqui

0 comentários:

Postar um comentário