quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Israel ataca posições do Exército da Síria e mata dois militares

Uma aeronave israelense atingiu forças do exército sírio na província de Hama, matando dois militares e causando danos materiais, segundo informou o comando sírio.
O incidente aconteceu no início desta quinta-feira (7), quando uma aeronave israelense lançou vários mísseis a partir do espaço aéreo libanês, visando posições do exército sírio perto da cidade de Masyaf na província de Hama. O ataque matou dois militares e infligiu danos materiais, segundo noticiou a agência de notícias SANA, citando a declaração do comando geral sírio.

O comando geral da Síria advertiu sobre as "perigosas repercussões desta ação agressiva para a segurança e a estabilidade da região", reiterando sua "determinação para esmagar o terrorismo e arrancá-lo de todo o território da República Árabe da Síria", independentemente dos grupos terroristas receberem apoio de algum estado.

O exército israelense se recusou a comentar o incidente, de acordo com a Reuters, já que não comenta sobre "assuntos operacionais".

O ataque com mísseis foi levado a cabo contra uma instalação de pesquisa militar, enquanto o exército sírio não especificou o alvo do ataque israelense.

Israel tem atacado repetidamente posições do exército sírio e das forças aliadas. A maioria dos ataques às forças governamentais foram realizados a partir das Colinas de Golan, ações sob o pretexto de alguns "projéteis perdidos" provenientes do território da Síria.

As Forças de Defesa israelenses "retaliaram" visando posições do exército, apesar do fato de que a maioria da terra síria adjacente a Golan esta controlado por vários grupos terroristas e rebeldes.

O exército israelense também atacou repetidamente comboios militares na Síria, alegando que eles estavam carregando armas para o Hezbollah, um grupo islâmico militante e partido político com sede no Líbano.

Israel, os EUA e vários outros estados reconhecem o Hezbollah como um grupo terrorista.

GBN News - A informação começa aqui
com agências

0 comentários:

Postar um comentário