sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Mais de um mês se passa e nenhum vestígio de Caça ou piloto

Após mais de um mês que ocorreu a colisão e queda do caça naval AF-1B (A-4KU) Skyhawk da Marinha do Brasil durante exercícios, não há qualquer pista sobre o paradeiro do caça e seu piloto, CC Igor Bastos, desaparecido desde 26 de julho.

Diante da grande dificuldade em localizar a aeronave acidentada, onde supostamente encontra-se preso o aviador naval, a Marinha mantém as buscas sem que haja uma data para o fim da operação, que segundo informações, deverá prosseguir até que o aviador naval e sua aeronave sejam localizados e resgatados. 

Durante a cerimonia de comemoração ao centenário da aviação naval, realizado no último dia 26 de agosto, data em que se completou um mês desde o fatídico acidente, o ministro da defesa, Raul Jungmamm, em seu discurso na solenidade ocorrida na BAeNSPA, homenageou o aviador naval que encontra-se até o momento desaparecido:  “Faço uma sincera e emocionada homenagem ao Capitão-de-Corveta Igor Bastos, ainda desaparecido no mar após acidente ocorrido em treinamento. Estendo meus sentimentos a seus familiares e irmãos de farda”, disse o ministro. O ministro ainda ressaltou em seu discurso o sacrifício que os homens e mulheres de nossa aviação naval fazem em prol de cumprir com seu dever: “...essa lembrança traz a mim o dever de agradecer e cumprimentar enfaticamente todos tripulantes aeronavais brasileiros por seus sacrifícios, por seu profissionalismo, por sua abnegação e dedicação à Pátria. Parabéns a todos os aviadores que protegem, do ar, a nossa soberania no mar”.

Nós do GBN continuamos acompanhando as buscas e mantendo nossos leitores atualizados em relação as operações em andamento.

GBN seu canal de informação e notícias

0 comentários:

Postar um comentário