domingo, 25 de setembro de 2016

Aeronaves russas e sírias bombardeiam acampamento em Aleppo retomado por rebeldes

Forças russas e sírias bombardearam neste domingo um acampamento estratégico no norte de Aleppo, depois de perderem o controle sobre o local durante a noite, afirmaram rebeldes e o Exército sírio.
Segundo os rebeldes, o Exército usou armas mais poderosas na tentativa de recuperar Handarat, um campo de refugiados palestinos a poucos quilômetros do norte de Aleppo, localizado em um terreno elevado com vista para uma das principais estradas de Aleppo e ocupado durante anos pelos rebeldes.
"Retomamos o acampamento, mas o regime o incendiou com bombas ... Fomos capazes de protegê-lo, mas o bombardeio destruiu nossos veículos", disse o comandante Abu al-Hassanien em uma sala de operações rebelde que inclui as principais brigadas para combater o ataque do Exército sírio.
O Exército, auxiliado por milícias apoiadas pelo Irã, pelo grupo xiita libanês Hezbollah e uma milícia palestina, reconheceu a retomada de Handarat pelos rebeldes no sábado.
"O Exército sírio está mirando nas posições de grupos armados no acampamento de Handarat", disse uma fonte militar, segundo a mídia estatal.
O Exército anunciou na quinta-feira o início de uma nova e importante campanha militar para recuperar Aleppo, intensificando os ataques e o uso de armas poderosas no que os rebeldes chamam de campanha de "choque e pavor" que visa à devastação.
De acordo com os rebeldes e moradores, aviões russos continuaram ressoando em áreas residenciais de Aleppo, derrubando edifícios.

O ataque a Aleppo, onde mais de 250.000 civis estão encurralados, pode ser a maior batalha em uma guerra civil que já matou centenas de milhares de pessoas e deixou 11 milhões de desabrigados.

Fonte: Reuters

0 comentários:

Postar um comentário