domingo, 25 de setembro de 2016

Armênia exibe sistema Iskander-E em desfile militar

Na última quarta-feira (21) a Armênia realizou o seu tradicional desfile do Dia da Independência, e surpreendeu ao apresentar seus recém adquiridos sistemas de armas, incluindo o sistema de mísseis balísticos de curto alcance de origem russa 9K720 Iskander.

A revelação torna a Armênia o primeiro cliente de exportação para o sistema russo. Dois lançadores e dois veículos de recarga do sistema "Iskander" foram exibidos durante o desfile.

Outros equipamentos modernos recém adquiridos presentes ao desfile incluiu os sistemas LMR (Lançador Múltiplo de Foguetes) 9K58 Smerch, sistemas de guerra eletrônica "Infauna" e um par de sistema de defesa aérea Buk, embora sem quaisquer mísseis. A Armênia também desfilou maior parte de seu inventário, incluindo os sistemas de defesa aérea S-300, WM-80, mísseis balísticos R-17 "Scud" , SRBMs 9M79 Tochka  e outros.

O presidente da Armênia, Serge Sargsyan, e o ministro da Defesa Seyran Ohanyan, têm sugerido desde o último ano que o sistema Iskander tinha sido entregue a Armênia, mas esta é a primeira confirmação que realmente a mesma possui tal sistema em seu inventário.

Em fevereiro de 2015 fontes russas informaram uma listagem dos sistemas de armas que a Armênia estaria comprando junto á Rússia. Embora o LMR 9K58 Smerch estivesse nesta lista, os sistemas Iskander e Buk não haviam sido relacionados.

A Rússia provavelmente entregou em sigilo a Armênia uma divisão do sistema Iskander, que provavelmente inclui 4 veículos lançadores e outros remuniciadores. Uma fonte sugere que a aquisição do sistema de mísseis foi destinado a impedir que o Azerbaijão atacasse os principais centros da Armênia, que tem sido vitima de ameaça por militares do Azerbaijão. O Iskander - E é o padrão de exportação do sistema Iskander, e possui uma carga útil de 480 kg, com uma vasta opção de ogivas, com alcance de cerca de 280 km e apresentando uma precisão de 10 metros.

GBN seu canal de informações e notícias
com agências de notícias

0 comentários:

Postar um comentário