sábado, 5 de dezembro de 2015

Triplo atentado deixa ao menos 27 mortos em ilha do Lago Chade

Ao menos 27 pessoas morreram e mais de 80 ficaram feridas neste sábado (5) em um triplo atentado suicida no mercado de Loulou Fou, uma ilha do Lago Chade, informou uma fonte de segurança em N'Djamena.
"Três suicidas detonaram seus explosivos em três lugares distintos no mercado semanal de Loulou Fou, em uma ilha do lago Chade", afirmou à France Presse uma fonte de segurança. As explosões "causaram 30 mortos, incluindo os três suicidas, entre a população civil e mais de 80 feridos", declarou.
Esta região encontra-se em estado de emergência desde 9 de novembro devido a atentados suicidas cometidos pelos islamitas nigerianos do Boko Haram, grupo próximo à organização jihadista Estado Islâmico (EI).
Há meses o Boko Haram multiplicou os atentados em aldeias do lago Chade, situadas a alguns quilômetros da fronteira com a Nigéria.
O ataque mais sangrento nas margens do lago Chade ocorreu em 10 de outubro, com 41 mortos e 48 feridos.
O lago está dividido entre Nigéria, Níger, Camarões e Chade. Embora sua superfície se reduza a cada ano devido à mudança climática, abriga uma multidão de ilhas e ilhotas povoadas por pescadores. A vegetação densa que circunda o lago facilita a infiltração de islamitas do Boko Haram em território chadiano para cometer ataques.
Desde o início do ano, o exército chadiano participa de uma operação militar regional contra o Boko Haram, grupo que tem estendido suas operações além do nordeste da Nigéria, seu bastião, e que opera em países limítrofes: Chade, Níger e Camarões.

Fonte: AFP

0 comentários:

Postar um comentário