sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Rússia construirá pelo menos seis corvetas para a Flotilha do Pacífico

Mais de seis corvetas do projeto 20380 serão construídas para entrega à Flotilha russa do Pacífico, declarou à Sputnik o vice-almirante da Flotilha Andrei Riabukhin.


"Serão construídas pelo menos seis corvetas do projeto 20380", disse.

Anteriormente, foi informado que a terceira corveta do projeto 20380, chamada Aldar Tsydenzhapov e que será entregue à Flotilha, teve sua construção iniciada no estaleiro de Amur em julho de 2015. 

Esses navios têm autonomia de 4 mil milhas e, por isso, podem ser utilizados na zona operacional da Flotilha do Pacífico.


Conhecendo a Corveta Classe "Stereguschiy"

As corvetas do projeto 20380, foi primeiro navio de superfície média a ser desenvolvido e construído pela Rússia após o fim da União Soviética.


As corvetas da Classe "Steregusiy" foram concebidas com objetivo de substituir algumas das corvetas da classe "Grisha" ainda existentes.

As "Stereguschiy" possuem dimensões maiores que os navios que visavam substituir, com deslocamento de 2.000 toneladas contra apenas 1.200 toneladas das "Grisha". Este novo projeto de corveta foi proposto para exportação.

A característica mais distintiva deste novo tipo de corveta, são as suas características Stealth, apresentando uma grande redução na sua assinatura radar. 



A Corveta "Sobrazitelniy" dispõe de um sistema de lançamento vertical de mísseis e é conhecida como projeto 20381.


Características:


Comprimento : 105m
Boca: 13m
Deslocamento: 2.000t
Propulsão : CODAG
Potência: 27,500kWt
Velocidade: 27 nós
Autonomia : 4.000 milhas a 14 nós
Armamento: Um canhão A190 100mm, CADS-N-1 Kashtan CIWS, mísseis antinavio 3M24Uran (SS-N-25) e um helicóptero Ka-27


Fonte: Sputnik News / GBN GeoPolítica Brasil

0 comentários:

Postar um comentário