sábado, 5 de dezembro de 2015

Morre Yossi Sarid, figura emblemática da esquerda de Israel

O ex-ministro e deputado Yossi Sarid, figura emblemática da esquerda de Israel, famoso por suas declarações incisivas sobre o conflito entre israelenses e palestinos, morreu na sexta-feira (5) aos 75 anos.
Durante toda sua carreira, primeiro como político e depois como colunista, defendeu o fim da ocupação israelense na Cisjordânia e a criação de um Estado Palestino.
Sarid saiu da política em 2006, após uma carreira de mais de 30 anos na qual chegou a presidir o partido de esquerda Meretz, entre 1996 e 2003.
"Com a morte de Yossi Sarid apaga-se uma das vozes importantes, originais e incisivas do cenário parlamentar e público em Israel", escreveu o líder da oposição israelense, o trabalhista Isaac Herzog, na rede social Facebook.
"Yossi Sarid, deputado, ministro da Educação, escritor e poeta deixou uma marca profunda no sistema educacional e em todo o país", completou.
Os privilégios concedidos aos ultraortodoxos – subsídios do Estado para as escolas religiosas e isenção do serviço militar – era outro de seus temas preferidos.
Sarid, nascido em 1940 na Palestina sob comando britânico, começou uma carreira de jornalista na rádio do exército antes de entrar na política no início dos anos 1970.
Fonte: AFP

0 comentários:

Postar um comentário