sábado, 12 de dezembro de 2015

Índia terá trem-bala do Japão, aprofunda laços de defesa e nucleares

O Japão vai fornecer 1,2 bilhão de dólares de empréstimos em condições favoráveis ​​para construir o primeiro trem-bala da Índia, os dois países anunciaram durante visita do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, que também defendeu laços mais profundos e um plano de cooperação nuclear civil.
As relações têm crescido entre a segunda e terceira maiores economias da Ásia com Abe e seu colega indiano Narendra Modi tentando minar a ascensão chinesa como potência dominante.
Em acordos de defesa anunciados neste sábado, os dois países vão compartilhar tecnologia, equipamentos e informação militar, mas a venda há muito aguardada de aviões japoneses em um negócio de cerca de 1,1 bilhão de dólares continuam sem conclusão.
Índia e Japão têm vindo a negociar um acordo de energia nuclear desde que aliado do Japão, Estados Unidos, abriu o caminho para o comércio nuclear com a Índia, apesar de seu programa de bomba atômica e ostracismo do Tratado de Não-Proliferação global (TNP).
Um acordo final com o Japão também beneficiaria empresas dos EUA. A Índia já deu terrenos para usinas nucleares da GE-Hitachi, aliança entre os EUA e as empresas japonesas - e da Toshiba Westinghouse Electric Company.

Fonte: Reuters

0 comentários:

Postar um comentário