sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Hillary Clinton promete combater 'terrorismo jihadista'

Hillary Clinton, pré-candidata democrata à presidência dos Estados Unidos em 2016, prometeu nesta quinta-feira combater "o terrorismo jihadista violento", mas evitou qualificar o recente ataque na Califórnia como um atentado terrorista.
Em visita a uma fábrica em New Hampshire, Clinton - que lidera as pesquisas entre os pré-candidatos de seu partido - citou o "terrível massacre" em San Bernardino, onde na quarta-feira 14 pessoas foram mortas e 21 ficaram feridas por disparos de um casal de atiradores.
O ataque foi realizado pelo casal muçulmano Syed Farook e Tashfeen Malik, contra o local de trabalho do primeiro, e até o momento não está claro sua motivação.
Clinton advertiu contra "a propagação do terrorismo jihadista violento e sua influência, que incita cada vez mais gente a cometer estes atos horríveis de violência pelo mundo".
A pré-candidata democrata prometeu perseguir os extremistas muçulmanos - em particular o grupo Estado Islâmico - não importa onde estejam.
"Temos que combatê-los no ar, temos que combatê-los por terra, e temos que combatê-los no ciberespaço", disse.

Fonte: AFP

0 comentários:

Postar um comentário