segunda-feira, 9 de maio de 2016

Veja o que aconteceu na 71ª Parada da Vitória em Moscou

Nesta segunda-feira, a Rússia celebra o Dia da Vitória na Segunda Guerra Mundial. A bandeira nacional da Rússia e a lendária bandeira da vitória aparecem na Praça Vermelha ao som da canção “Guerra Sagrada” do compositor russo Aleksandrov.

A bandeira da vitória foi erguida sobre o edifício do Reichstag em Berlim, em 1945. Hoje a bandeira é empunhada por soldados do 154º Regimento Preobrazhensky Kirill Vasiliev e Aleksandr Grinnik.
Soldados do regimento especial carregam as bandeiras da Rússia e da Vitória na praça Vermelha em 9 de maio de 2016




A parada militar decorre na presença do  ministro da Defesa da Federação Russa, general do Exército Sergei Shoigu. Dirige a parada o comandante do Estado-Maior das Forças Terestres, coronel-general Oleg Saliukov.

Ministro da Defesa Sergei Shoigu revista as tropas, então o ministro Shoigu saúda os militares, que lhe respondem em uníssono com um grito "Hurra!" repetido três vezes


O ministro após executar o exame das tropas comunica a prontidão da parada ao Supremo Comandante das Forças Armadas da Rússia, presidente do país Vladimir Putin. Mais de 10.000 efetivos e 206 unidades de equipamento militar participam da parada!

Vladimir Putin dirige a palavra aos militares presentes na Parada e felicita todos pelo Dia da Vitória. "Esta data une todo o povo russo", disse o presidente russo. É feito então um minuto de silêncio para lembrar todos que morreram naquele conflito.


No último ano, as Forças Armadas da Rússia foram dotadas de mais de 2.000 novas unidades de material blindado e equipamentos especiais, mais de 400 aviões e helicópteros, 60 navios e submarinos de diverso tipo.

Em 22 de junho de 1941 os nazistas atacaram a União Soviética. A vida de todos os cidadãos mudou. Era preciso salvar a pátria, explica Putin. Não havia outro remédio.

Os nossos pais e avós conseguiram combater um inimigo potente. A guerra durou quatro anos e representou toda uma época para o nosso país e nosso povo. A paz no nosso planeta não se estabelece por si mesma. O terrorismo tornou-se uma ameaça global. A Rússia está pronta para a cooperação na luta antiterrorista. "Hurra”, diz Putin parabenizando todos pela Grande Vitória.

Putin: "Nossos pais e avós derrotaram um inimigo implacável, diante do qual os outros se curvaram. Eles trouxeram a liberdade ao mundo".

É iniciado o desfile, onde logo podemos apreciar o poderio militar desta grande nação, os históricos T-34 tomam a cena, e após cruzarem as ruas eis que surgem os mais modernos veículos de combate das atuais forças russas, A coluna é iniciada com os veículos blindados "Tigr", "Arbalet" e "Kornet-D", na praça uma coluna de veículos de combate de infantaria BMP-3 seguidos por veículos de combate de infantaria e blindados pesados na plataforma modular Kurganets. MBT's T-90A passam pela praça Vermelha. 

 estrela da parada, o famoso tanque Armata desfila diante da Praça Vermelha, O Armata é o protótipo russo da plataforma que irá ser usada na próxima geração de tanques e outros veículos de combate. A principal característica do Armata é uma torreta sem homens, operada remotamente por uma cápsula blindada e isolada. O tanque possui um sistema de radar único que pode rastrear, simultaneamente, até 40 alvos no solo e 25 no ar dentro de um raio de 98 quilômetros. 

O blindado possui canhão com calibre de 125 milímetros e opera com projéteis de mais diversos tipos e supera em potência um dos melhores tanques do mundo, o alemão Leopard 2. O Armata também possuiu um canhão automático com calibre de 30 milímetros, que pode ser utilizada como elemento antiaéreo.

Os sistemas Msta-S e os obus autopropulsados de 152 mm Koalitsiya-SV vem logo em seguida, precedendo os sistemas de defesa antiaérea, após o complexo Pantsir entram na praça os sistemas de mísseis S-400, que não têm análogos no mundo e podem atingir alvos à distância de 400 quilômetros.

O complexo Yars que é a base do grupo móvel das tropas nucleares da Rússia demonstra a imponência do poderio de dissuasão nuclear da grande mãe Rússia.


No céu da praça Vermelha o grupo de alta pilotagem "Berkuty" em helicópteros Mi-28N "Caçador Noturno", O grupo é comandado pelo coronel Andrei Popov, fez uma bela apresentação. Ainda olhando para o céu os presentes puderam apreciar o voo de grandes aves como o AN-124 "Ruslan", aeronaves de caça Su-24 e Su-34 que realizaram uma importante missão nos céus da Síria.

Duas das mais famosas esquadrilhas de demonstrações aéreas, a Strizhi e Russkye Vityazi, famosos em todo o mundo! São cinco aviões Su-27 e quatro Mig-29 fazendo uma belíssima exibição nos céus de Moscou neste glorioso dia.

Encerrando o desfile da Força Aeroespacial da Rússia seis caças Su-25 pintam o céu com as cores da bandeira russa. Ao som da marcha "A Despedida da Eslava", a orquestra deixa a praça Vermelha

Viva aos veteranos da guerra! Viva ao 71º aniversário da grande vitória! Hurra!





Fonte: Sputnik News


  • 0 comentários:

    Postar um comentário