sexta-feira, 6 de maio de 2016

F-35 ou A-10 no apoio aéreo aproximado ? Piloto avalia qual melhor opção para USAF

Debates acirrados em Washington sobre a substituição do avião de ataque A-10 pelo caça multifunção de quinta geração F-35 , os pilotos de teste da Base Aérea de Edwards, na Califórnia, estão avaliando em primeira mão as capacidades do F-35.

Então, qual plataforma é melhor para proteger os soldados em um confronto: o A-10 ou F-35? O tenente-coronel Raja Chari, que começou a voar no F-15 Strike Eagles e é agora diretor e comandante do 461º esquadrão de ensaios em vôo, responsável pelos testes do F-35 questionava.

"Você precisa realmente definir: O que exatamente você está falando quando diz apoio aéreo aproximaado? A maneira como você define a questão vai afetar dramaticamente a resposta que você venha apresentar", disse Chari, após retorna de seu último voo de teste com o F-35. "Você está falando sobre apoio aéreo aproximado em um ambiente de baixo risco, ou apoio aéreo aproximado em um ambiente de alta ameaça? Basicamente, contestado ou não? "

Se as forças americanas estão lutando em um ambiente de elevada ameaça, o A-10 "não é realmente a escolha certa", disse Chari. Enquanto o Warthog executa bem sua função no Iraque e no Afeganistão, onde não há ameaça aérea, o mesmo não é adequado para a operação em um teatro com defesas aéreas mais sofisticadas.

Comandantes podem enviar um A-10 em um campo de batalha de alta nível de ameaça ", mas você só pode fazer isso uma vez", disse Chari.

Os críticos do plano da Força Aérea para retirar o A-10 e substituí-lo pelo F-35 muitas vezes alegam que o Warthog pode ficar sobre o alvo por 90 minutos, enquanto o F-35A só pode permanecer por 20 a 30 minutos. Mas Chari disse em um ambiente aéreo hostil, onde aeronaves tanker estariam disponíveis, o F-35 pode facilmente manter-se sobre o campo de batalha por uma hora e meia.


Nas operações atuais contra o Estado Islâmico no Iraque e na Síria, os comandantes usam uma variedade de plataformas para executar as missões de apoio aéreo aproximado: o A-10, F-15, o bombardeiro B-1 e UAVs MQ-9 Reapers. O F-35 terá as mesmas vantagens do F-15, que pode chegar a um alvo mais rápido que o A-10, disse Chari, salientando também que o F-35 tem uma capacidade de armas maior do que o F-15.

"Eu não estou minimizando o A-10, que é uma plataforma incrível, mas você também tem que saber o papel que pode ser empregado", disse Chari.


GBN seu canal de informações e notícias
com agências de notícias

0 comentários:

Postar um comentário