quinta-feira, 12 de maio de 2016

Chancelaria da Rússia considera ‘inadmissível’ interferência no Brasil

O governo de Moscou está acompanhando os acontecimentos políticos no Brasil e o processo de afastamento temporário da presidente Dilma Rousseff, informou nesta quinta-feira (12) a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo Maria Zakhárova.
“Estamos acompanhando de perto o desenrolar da situação. É claro que os eventos no Brasil são um assunto interno do Estado. É importante que esses processos ocorram em estrita conformidade com a Constituição do país e alinhados com as normas da legislação”, disse Zakhárova.
“Também é de fundamental importância que o resultado desses acontecimentos, seja ele qual for, não divida a sociedade ou leve a um crescente impasse político no país”, completou a diplomata.
“Qualquer interferência externa destrutiva é inadmissível”, disse Zakhárova. “Queremos ver um Brasil estável, democrático e, claro, com desenvolvimento dinâmico, que possa desempenhar um papel vital no cenário internacional.”
Segundo a porta-voz, a Rússia enxerga o Brasil como “um parceiro vital da política externa na América Latina e no mundo inteiro” e ressaltou a cooperação ativa entre os países no âmbito da ONU, Brics e G20.
“Relações comerciais, econômicas, humanitárias e culturais também têm sido construtivas. Podemos notar com satisfação que há um amplo espectro de forças políticas no Brasil que apoia o desenvolvimento progressivo da cooperação com a Rússia”, concluiu a diplomata.

Fonte: Gazeta Russa

0 comentários:

Postar um comentário