sábado, 25 de abril de 2015

S-300 não pode ser tema de discussão entre o Irã e potências

As entregas S-300 ao Irã não pode ser um tema para discussão em negociações com o grupo de seis potências conhecido como "P5 + 1 (os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU e Alemanha), disse o vice-ministro russo das Relações Exteriores Sergei Ryabkov após a rodada de negociações em Viena nesta sexta-feira (24).

"O tema S-300 estava invisivelmente presente em algumas das nossas reuniões bilaterais. Mas, como você pode entender, não pode ser assunto para as negociações, porque este tipo de sistemas não são limitados por quaisquer resoluções do Conselho de Segurança da ONU. Por conseguinte, todo mundo vai considerar este problema fora do contexto da próxima decisão sobre a supressão ou a suspensão de sanções contra o Irã ", sublinhou o vice-ministro das Relações Exteriores russo.

De acordo com Ryabkov, a delegação russa levantou a questão da reivindicação do Irã contra a Rússia em um contrato para o fornecimento de sistemas de mísseis S-300 em uma reunião bilateral com a delegação iraniana realizada à margem das negociações do Irã com o P5 + 1.

"Nós levantamos essa questão", salientou Ryabkov.

Um dia antes, ele disse que Moscou queria ver o problema resolvido.

De acordo com a informações, o Irã pode mover uma ação judicial no valor de $ 4 bilhões. Mas agora que a Rússia suspendeu o embargo às entregas do sistema S-300 para o Irã, a questão deve ser discutida pelos russos e iranianos.

Fonte: GBN com agências de notícias

0 comentários:

Postar um comentário