sexta-feira, 24 de abril de 2015

Rússia está disposta a dar acesso à Argentina de suas últimas tecnologias nucleares

O presidente russo, Vladimir Putin, disse que a Rússia está pronta para fornecer acesso à Argentinda de suas mais recentes tecnologias no campo nuclear.

O anúncio foi feito após reunião com a presidente argentina, Cristina Kirchner, que se encontra em Moscou em visita ofical. As partes assinaram uma série de documentos de cooperação bilateral em comércio, energia, investimento e áreas técnico-militares, entre outros.


Após a reunião bilateral entre os líderes, Putin afirmou que "a Rússia está pronta para garantir à Argentina o acesso às mais recentes tecnologias nucleares do país", destacando que a integração entre Rússia e Argentina favorece o governo argentino.


De acordo com o presidente russo, a participação da empresa russa Rosatom na construção de usina nuclear na Argentina permitirá que este o sul-americano tenha acesso às mais recentes tecnologias da Rússia no domínio da energia nuclear.  

Entre os diversos acordos assinados entre as partes, a empresa Rosatom e o Ministério do Planejamento da Argentina assinaram um memorando de entendimento sobre cooperação na construção de uma usina nuclear na Argentina.

O professor de Relações Internacionais da ESPM-Sul e ex-diretor do BRICS Policy Center, Fabiano Mielniczuk, em entrevista à agência Sputnik Brasil, afirmou que “a política externa russa desde o final dos anos 90 e ao longo de todo o ano 2000 foi de buscar fomentar a multipolaridade no mundo“.


Para o especialista, os russos sempre aguardaram a oportunidade de fazer negócios com grandes parceiros regionais localizados em outros hemisférios, “inclusive aqui no nosso hemisfério, que seria visto como uma espécie de quintal dos Estados Unidos, numa mentalidade bem de Guerra Fria”.

Já para o comentarista da televisão nacional da Argentina, Tico Rodríguez Paz, “Rússia e Argentina chegaram a um novo nível de cooperação estratégica. Cristina Fernandez de Kirchner foi muito calorosamente recebida na Rússia. Da mesma maneira Vladimir Putin foi recebido na Argentina“. “Esta é mais uma confirmação do alto nível de compreensão mútua entre os nossos dois países. A visita à Rússia, é claro, aproximou os dois países“, completou.

Fonte: Sputnik News

0 comentários:

Postar um comentário