quarta-feira, 29 de abril de 2015

Artefatos encontrados no Alasca apontam que China chegou primeiro à América


Uma descoberta feita no Alasca pode colocar em xeque todo o aprendizado dos livros de história. Objetos de bronze encontrados no estado norte-americano contestam a versão de que Cristóvão Colombo teria sido o primeiro homem a manter relações comerciais com o que hoje é a América. Esse posto ficaria com os chineses, que teriam passado pelo continente há 2600 anos.

Segundo os especialistas responsáveis pela descoberta, além de chineses, civilizações originárias na atual Coreia e no leste russo também teriam tido relações comerciais com a região do Alasca há dois milênios. Os especialistas também acreditam que a chegada ao continente se deu pelo estreito de Bering, que liga a Rússia ao Alasca.

Para afirmar a teoria, os responsáveis afirmam que a datação dos artefatos de bronze condizem com a utilização de técnicas de obtenção de liga de metal, que não eram conhecidas na América setentrional nesta época. Por conta disso, acredita-se que foram povos do Oriente que passaram pelo local. 

A chegada de Colombo, tida nos livros como o primeiro contato com a América, aconteceu em 1492 e teria tido como primeiro local de contato ilhas do Caribe. Oito anos depois Pedro Álvares Cabral e sua frota portuguesa chegaram ao que hoje é o Brasil.


Fonte: Yahoo notícias

1 comentários:

SE FOR ESTE MAPA NA MATÉRIA, FIDEL CHEGOU ANTES!!! EHEHEHHEHE...

Postar um comentário