segunda-feira, 6 de abril de 2015

Ocidente deve se preocupar com novo tanque russo


O Ocidente deve se preocupar com novo tanque russo, que deverá ser apresentado na parada da Vitória em Moscou, escreve a edição japonesa The Diplomat.
Trata-se do T-14 "Armata", que, segundo de publicação, pode ser "o tanque mais mortífero do mundo".
De acordo com relatos da mídia, 20 desses tanques já foram entregues às Forças Armadas russas para treinamento. Até 2020, a fábrica Uralvagonzavod planeja produzir 2.300 tanques destes. 

Segundo a publicação, as Forças Armadas russas planejam substituir cerca de 70% dos tanques do país pelos T-14. 

Conforme o The Diplomat, uma série de fatores torna este tanque "especial". Em particular, o sistema de defesa ativa provavelmente será capaz de suportar o contacto com quaisquer armas antitanque. De acordo com o relatório do Departamento de Estudos Militares Estrangeiros (FMSO), a blindagem do tanque poderá suportar até ataques aéreos e sua localização oferece proteção total dos elementos mais importantes da máquina. A tripulação de três pessoas fica em uma cápsula blindada na parte da frente do tanque.


Fonte: Sputnik News

0 comentários:

Postar um comentário