quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Porque as tropas de selva não usam colete balístico?

Durante operações militares em selva e ribeirinhas não se emprega o colete balístico, e respondendo a curiosidade de nossos leitores, vamos responder a essa curiosidade sobre o porque não se utiliza o colete balístico neste cenário. Para isso consultamos nosso amigos no Exército Brasileiro (EB) para esclarecer algumas dúvidas.

Primeiramente para temos que ter em mente que o ambiente de selva, onde nos colocamos em mata fechada, ou mesmo na mata não tão fechada, nos deparamos com um clima bastante desafiador, onde a umidade do ar é muito alta, o que aumenta a percepção da temperatura, que como todos sabemos predomina nas matas tropicais o calor intenso. Sendo assim, quando você caminha por algum tempo, meia hora que seja mata adentro, mesmo com roupas leves, já sentimos literalmente na pele os efeitos da umidade, com aumento na sudorese. Mesmo as pessoas com pouca sudorese, em meio ao desafiador ambiente de mata vai ser confrontado pelo suor intenso. Agora imagina você usando o fardamento do EB, enfrentando o calor e umidade da selva se locomovendo em meio a mata para dar combate ao inimigo, carregando seu armamento,munição e equipamentos...

No teatro de operações urbanas o colete balístico é empregado
Observando bem as tropas de selva, podemos notar que as mesmas não empregam nem o colete tático, adotando apenas o cinto e suspensório, justamente devido a essa característica do combate na selva, o qual é bastante desgastante fisicamente, exigindo muito do combatente de selva. Assim, as tropas de selva só empregam colete tático ou mesmo o balístico, quando em operações em cenário urbano, em nossa realidade empregado durante operações GLO (Garantia da Lei e da Ordem) e em apoio as Eleições, fora isso utilizam tão somente o fardamento com cinto e suspensório, em determinadas operações ainda uma mochila tática para levar munição, equipamentos e ração, somente o necessário para a missão.

O colete balístico não é utilizado devido ao seu peso e por proporcionar um aumento da temperatura corporal, levando o combatente a exaustão e mesmo ao quadro de desidratação, sendo extremamente desconfortável para progressão no difícil terreno encontrado nas matas. 

A mata já oferece ao combatente de selva relativa proteção, onde é possível encontrar em meio a ela abrigo e proteção. O militar no combate de selva se vale dos princípios da surpresa e iniciativa, evitando o contato fortuito com o inimigo, buscando sempre o elemento surpresa. Assim o colete balístico é dispensável, pois andar com ele na selva reduz drasticamente o rendimento do combatente, levando o mesmo ao limite de seu organismo, onde o mesmo pode sofrer de exaustão e desidratação. 

A tropa de selva pode ser designada para infiltração profunda na selva, o que leva o combatente quilômetros mata adentro, muitas vezes ele tem que pernoitar neste ambiente, além de realizar patrulhas, infiltrar em áreas de operações clandestinas e patrulhas de longo alcance, realizam constante mudança de bases e posições dentro da selva, isso cobra muito da forma física e saúde.

Segundo ponto importante a considerar, na região de selva amazônica, existe a necessidade de transpor rios, além de realizar missões fluviais e ribeirinhas, neste cenário eu pergunto: Como um combatente vai nadar equipado com colete balístico e seu armamento? Praticamente impossível! O colete balístico tem um peso que prejudica a capacidade do combatente nadar com seu equipamento, impedindo o uso de colete salva-vidas, não que ele garantisse a flutuabilidade do combatente equipado e com colete balístico, lembrando que um colete balístico tem peso superior aos 6kg. 

Resumindo, o colete balístico não é utilizado na selva por não ser apropriado aquele teatro de operações, onde aumentaria o desgaste físico do combatente, contribuindo para o quadro de desidratação, reduz a mobilidade na mata e o rendimento da tropa, impossibilita operações fluviais, pois torna-se uma verdadeira âncora, tornando impossível a transposição de rios e cursos d'água. 

Acredito que esse breve artigo tenha ajudado nossos leitores a responder as dúvidas sobre uma das particularidades do combatente de selva, onde espero em breve abordar mais sobre as características que diferenciam as tropas de selva das demais tropas, além de abordar um pouco sobre suas capacidades e limitações.




Por Angelo Nicolaci - Jornalista, editor do GBN News, graduando em Relações Internacionais pela UCAM, especialista em geopolítica do oriente médio e leste europeu, especialista em assuntos de defesa e segurança



GBN Defense News - A informação começa aqui

Share this article :

5 comentários:

  1. Nicolaci, entendo sua argumentação acerca do uso do colete, porém entendo que existam modelos que podem perfeitamente ajustar-se às necessidades das tropas de selva. Já existe o sistema Plate Carrier, que reduz o peso, dentre outros modelos. O ideal seria o EB fazer testes exaustivos com as tropas da região, ou mesmo investir em P&DI visando a adoção de um colete balístico adequado às necessidades das tropas de selva....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que ter 100% de equipamento e colete faz parte do equipamento.
      Haaa ! ! ! Mas o clima ! ! !
      Não facilite as coisas para aquele que quer ter vencer guerreiro.
      Colete não só ajuda a proteger de projeteis de armas de vogo.
      Como também estilhaços de granada e coisas lançadas por causa de explosões.
      Ataque com faca ataque com armadilhas.
      Protege os órgãos.
      Sabia disso não.

      Obrigado.

      Excluir
    2. Meu caro, te convido a experimentar passar meia hora dentro da selva com fardamento e colete balistico, depois vocês vem falar algo. Aqui trabalho com conhecimento técnico e doutrina de emprego das forças armadas, não com especulações ou soluções mirabolantes sem qualquer fundamento técnico. Aqui é a realidade, ficção fica para cinema e outros sites que de especializado não tem nada.

      Excluir
    3. Sugiro o curso do CIGS para entender o que é Guerra na Selva e inserir um pouco da doutrina de operações naquele teatro no seu conhecimento.

      Excluir

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger