terça-feira, 17 de setembro de 2019

Explosão atinge laboratório russo que abriga varíola e vírus Ebola

Uma explosão atingiu um centro de pesquisa de doenças na Sibéria, que abriga cepas de Ebola e varíola, causando um incêndio e ferindo um trabalhador.
O Centro de Pesquisa de Virologia e Biotecnologia do Estado de Vector anunciou na segunda-feira (16) que um tanque de gasolina entrou em chamas durante os reparos em uma sala de inspeção sanitária no laboratório em Koltsovo, na região de Novosibirsk. Um trabalhador foi hospitalizado com queimaduras.
Segundo o laboratório Vector, juntamente com o prefeito da cidade , foram rápidos em enfatizar que as substâncias de risco biológico não estavam presentes no momento da explosão e disseram que a explosão não representa uma ameaça para a comunidade. 
"Nenhum trabalho com materiais biológicos foi realizado no edifício", disse um comunicado da Vector.
O Vector é um dos dois locais na Terra conhecidos por armazenar amostras do vírus vivo da varíola. A outra amostra do patógeno mortal é armazenada nos Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), em Atlanta.
Ele completou os testes de uma vacina contra o Ebola no início deste ano. Uma pesquisadora da Vector morreu lá em 2004, depois de ser picada por uma agulha que carregava o vírus, levantando preocupações sobre segurança e segredo.
Uma inspeção da Organização Mundial de Saúde de 2016 disse que o Vector atendia aos padrões de biossegurança, mas os inspetores "solicitaram mais trabalho em algumas questões".
O ex-chefe da Vector desapareceu em 2017, após acusações de fraude e segundo um desertor soviético no início dos anos 90, as amostras da varíola foram transferidas para lá para pesquisas de armas biológicas. 

GBN Defense News - A informação começa aqui
com agências
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger