sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Rafale conquista sua primeira exportação

Após várias participações em diversos programas de reaparelhamento de forças aéreas ao redor do mundo, finalmente a Dassault conseguiu emplacar a exportação de seu caça Dassault Rafale.

O caça que chegou a ser cotado como favorito para equipar a Força Aérea Brasileira viu escapar a possibilidade com a vitória do pequeno notável Saab Gripen NG, porém, após esforços do governo francês, finalmente a Dassault conseguiu um contrato para exportação de seu caça, a nação que será o primeiro operador do caça fora da França será o Egito.

O anúncio da venda se deu na última quinta (12), quando declarou o presidente francês, François Hollande: "O avião de combate Rafale conseguiu seu primeiro contrato de exportação", em um comunicado que confirmou a assinatura do contrato para o próximo dia 16 de fevereiro no Cairo.

Conforme o GBN notíciou recentemento, o interesse egípcio se confirmou após intervenção do governo francês, que concluiu a negociação para fornecer não só 24 aeronaves "Rafale", mas o contrato também prevê a aquisição por parte do Egito de uma fragata FREMM, totalizando um contrato estimado em 5 bilhões de euros.

"Este equipamento permitirá ao Egito aumentar sua segurança e desempenhar seu papel a serviço da estabilidade regional", afirmou Hollande.
"O Estado se comprometeu plenamente nesta negociação e por sua participação conseguiu que fosse concluído o contrato", comentou o presidente francês.
O Dassault Rafale figura hoje como um dos mais modernos caças de combate do mundo, tendo realizado missões bem sucedidas nos recentes conflitos do Afeganistão, Líbia, Mali e Iraque, porém ainda não tinha se sagrado vencedor em nenhuma das concorrências das quais participou.
Fonte: GBN - GeoPolítica Brasil

0 comentários:

Postar um comentário