quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Forças rebeldes iniciam retirada de armas pesadas do leste ucraniano


O ministério da defesa da autoproclamada República Popular de Donetsk informou que as forças rebeldes da região iniciaram a retirada de armas pesadas do leste da Ucrânia, cumprindo a condição prevista no acordo de paz assinado em Minsk, capital da Bielorússia, durante a semana passada.
Foi relatado também pela mídia ucraniana que soldados de Kiev foram vistos se retirando de regiões dominadas por rebeldes do leste do país. 
O acordo de Minsk para resolver o conflito ucraniano, acertado entre os líderes da Rússia, Ucrânia, França e Alemanha, prevê um cessar-fogo global no leste da Ucrânia, que entrou em vigor no último domingo, 15. Segundo o acordo, o armistício deve ser seguido pela retirada das armas pesadas da zona de conflito. Apesar disso, os relatos sobre as violações do cessar-fogo são constantes, com informações de bombardeios em diversos pontos do conflito. 
As forças rebeldes de Donetsk acusam o governo de Kiev de violar os acordos de cessar-fogo atacando regiões do leste do país:
"No que diz respeito à região de Debaltsevo, o cessar-fogo não se aplica no território. Foi Kiev que quebrou a trégua quando na véspera atacou o aeroporto de Donetsk e Gorlovka, ou seja, aquelas áreas que inicialmente eram vistas como pacíficas", afirma um representante das forças de Donetsk.  
Os Estados Unidos, por sua vez, acusam os rebeldes pró-Rússia de violarem os acordos, observando que os episódios de violência estariam ocorrendo perto da cidade de Debaltsevo e teriam sido confirmados pela Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE).


Fonte: Sputniknews

0 comentários:

Postar um comentário