sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Honras de heróis no adeus


O governo brasileiro pretende conceder R$ 9 milhões às famílias dos 18 militares brasileiros mortos no Haiti. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou ontem uma mensagem que encaminha ao Congresso um projeto de lei para conceder R$ 500 mil para cada uma das famílias. Ontem, durante a cerimônia póstuma em homenagem aos integrantes da Força de Paz do Brasil no país caribenho, Lula se emocionou e chorou, assim como a primeira-dama, Marisa Letícia, junto com os parentes das vítimas do terremoto do dia 12. Mais cedo, na reunião ministerial, o presidente anunciou que vai editar uma medida provisória para liberar R$ 375 milhões para diversas ações no Haiti.

Logo após a cerimônia, os corpos foram trasladados aos estados de origem dos mortos, que receberam condecoração e promoção de patentes post mortem. Entre eles, os mineiros Raniel Batista de Castro, natural de Patos de Minas, e Leonardo de Castro Carvalho, de São João del-Rei.

A proposta de Lula de indenizar as famílias será publicada hoje no Diário Oficial da União. Além desse auxílio especial, a medida prevê ainda uma bolsa-educação para os dependentes matriculados em redes de ensino. A bolsa pagará a quantia mensal de R$ 510 até o dependente completar 24 anos. O texto será analisado pelo Congresso Nacional quando retornar do recesso legislativo, em fevereiro. Além disso, os familiares dos 18 militares – a maior baixa do Exército brasileiro desde a Segunda Guerra – vão receber pensões com valores equivalentes a patente imediatamente acima da dos postos que eles tinham.

A cerimônia póstuma foi marcada não apenas pela emoção dos parentes dos militares mortos no terremoto, mas também das autoridades. Ao cumprimentar os familiares dos integrantes da Tropa de Paz, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva – que estava acompanhado de quase todos os ministros e do vice José Alencar – os abraçou emocionado, dizendo palavras de conforto. Em seu discurso, Lula agradeceu o trabalho prestado no Haiti pelos militares, citando nominalmente cada um deles.. Enquanto o presidente falava, algumas mulheres choravam e abaixavam a cabeça.

"Cada um desses homens reafirmou, durante sua vida, a vocação pacífica e solidária da nação brasileira. Sem nunca perder a firmeza e a coragem necessárias para combater a violência e a criminalidade que tanto assolavam o Haiti, nossos militares sempre souberam conviver harmoniosamente com a população local, e ganhar a sua estima", disse o presidente, que também fez questão de citar a médica Zilda Arns e Luiz Carlos Costa, o brasileiro que era o segundo homem das Nações Unidas no Haiti. "O soldado brasileiro nunca foi confundido com invasores estrangeiros, muito pelo contrário, foi sua mão amiga que criou a confiança mútua", acrescentou.

DIPLOMATA No Rio de Janeiro, o corpo do diplomata brasileiro Luiz Carlos da Costa, morto no terremoto que atingiu o Haiti, foi velado no Palácio do Itamaraty. Ele era o segundo na linha de comando da missão de estabilização do país. A esposa e as filhas de Luiz Costa vieram dos Estados Unidos para acompanhar o velório. A mãe e uma irmã do brasileiro, que moram no Rio, também participam da cerimônia.

O velório começou com uma série de homenagens ao funcionário da Organização das Nações Unidas (ONU). Entre eles, de representantes da ONU, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, além de uma das filhas e a mulher. “Meu pai nos deu a paz. Só posso desejar que ele esteja em paz. A morte do meu pai representa um novo começo”, disse, emocionada, Anna Maria Costa, de 24 anos, filha do diplomata.

O ministro Celso Amorim lembrou-se de quando esteve com Luiz Carlos há poucos meses e que suas famílias são próximas. “Quis a vida que ele tivesse sua última missão num país em que o Brasil está tão engajado”, disse ele, lembrando as missões do diplomata em locais como Kosovo e Libéria. Amorim viaja hoje para o Haiti para avaliar as ações brasileiras na reconstrução do país caribenho.


Fonte: Correio Braziliense

Nota do Blog: Bravos e honrados homens, deram suas vidas pela paz, homens que são heróis, homens que lutavam por uma justa causa. Brasileiros que honram nossa pátria e motivo de orgulho a nossa nação.

Descansem em paz bravos guerreiros.
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger