domingo, 24 de janeiro de 2010

Coreia do Norte considera "ataque preventivo" de Seul uma declaração de guerra


As forças armadas da Coreia do Norte qualificaram hoje como "declaração de guerra" o plano da Coreia do Sul de lançar um "ataque preventivo" contra o país comunista para frustrar qualquer ataque nuclear, informaram as mídias oficiais.

Na última quarta-feira (20), a Coreia do Sul advertiu que estaria disposta a atacar de forma "preventiva" a Coreia do Norte caso fosse provado que o regime comunista de Pyongyang possui "intenções claras" de lançar um ataque nuclear.

A declaração foi dada pelo ministro sul-coreano de Defesa, Kim Tae-young, após Pyongyang ameaçar a Coreia do Sul com uma "guerra santa" em resposta a supostos planos de invasão de Seul e Washington em caso de instabilidade política no país comunista. Ele já havia feito comentários parecidos em 2008, quando era chefe do Estado-Maior sul-coreano, pouco depois que Pyongyang realizou vários testes com mísseis de curto alcance.

Hoje um porta-voz da Junta de Estado-Maior do Exército do regime comunista da Coreia do Norte respondeu a esse comentário, que considerou uma "aberta declaração de guerra", segundo a agência norte-coreana KCNA, citada pela agência sul-coreana Yonhap.

O porta-voz disse também que o Exército norte-coreano "tomará ações rápidas e decididas" contra qualquer tentativa de Seul de violar "nossa dignidade e soberania".

Fonte: France Presse
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger