quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Brasil envia maior ajuda humanitária da história


O governo brasileiro deu início quarta-feira mesmo à operação de ajuda ao Haiti. A Força Aérea Brasileira enviou durante a noite um avião C-130 Hércules com 13 toneladas de mantimentos, entre água, açúcar, enlatados e sardinha, para atender as vítimas do terremoto que atingiu Porto Príncipe, capital do Haiti, na noite de terça-feira. No total, cerca de 28 toneladas de alimentos e água devem ser enviadas. A Força Aérea Brasileira já disponibilizou um total de oito aviões para ajudar no socorro às vítimas do sismo. Os mantimentos doados fazem parte dos estoques adquiridos pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e estavam em um armazém no Aeroporto Internacional do Galeão – Antônio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro.

Além dos aviões com os alimentos, o Brasil também deve enviar ao país uma ajuda no valor de US$ 15 milhões. A quantia é a maior ajuda financeira já enviada pelo Brasil para outros países. O Ministério das Relações Exteriores, no entanto, ainda não decidiu como exatamente o dinheiro será usado. O ministro Celso Amorim disse apenas que o repasse ocorrerá nos próximos dias. O dinheiro virá do orçamento do próprio Itamaraty. O Banco do Brasil e a Embaixada do Haiti no Brasil também abriram uma conta corrente para receber doações para as vítimas do terremoto.

O Comando do Exército também informou que o Ministério da Defesa está estudando mandar mais soldados para reForçar as tropas Brasileiras no Haiti e ampliar a ajuda oferecida pelos militares brasileiros. O governo do Paraná colocou à disposição do Itamaraty bombeiros especializados em operações de resgate.

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, embarcou quarta-feira para o Haiti em um avião da FAB, liderando comitiva composta ainda pelo embaixador brasileiro no país, Ygor Kipman, que estava no Brasil quando ocorreu o tremor, e pelos comandantes da Marinha e do Exército, entre outros representantes do governo.

O Ministério da Integração Nacional também anunciou que enviará técnicos da Defesa Civil ao Haiti para que avaliem as necessidades da população atingida. O governo estuda a possibilidade de mandar para o Haiti, emergencialmente, pessoas para ajudar no resgate às vítimas.

– Precisamos ter um retrato exato do que o Haiti está precisando. Tudo aquilo que for ajuda humanitária demandada pelo Haiti é determinação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que seja atendida – informou o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima.

O Ministério da Saúde também irá se somar aos esforços de ajuda humanitária. Representantes da pasta se juntaram à comitiva Brasileira que embarcou para o Haiti quarta-feira para definir que tipo de remédios e vacinas podem ser oferecidos pelo Brasil.

– Estamos ante uma tragédia de grandes proporções. A situação no Haiti é gravíssima e estamos agora fazendo uma avaliação das necessidades e prioridades para o povo haitiano – afirmou Amorim, acrescentando que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou que fossem feitos todos os esforços para ajudar os haitianos. – Estamos muito preocupados com os brasileiros lá, tanto civis como os militares, mas também com a situação geral do povo haitiano.

A principal dificuldade agora para enviar ajuda humanitária é a precária condição em que ficou o aeroporto da capital. Por causa das dificuldades para pousar no local, o governo estuda a possibilidade de utilizar a República Dominicana como base para a operação. O Itamaraty informou que a embaixada Brasileira em Porto Príncipe sofreu danos como rachaduras e foi muito danificada, mas não ruiu. Os diplomatas e funcionários da Embaixada estão bem, provisoriamente alojados num centro cultural brasileiro.

O presidente Lula decretou luto oficial de três dias no país por causa da tragédia e, em nota divulgada quarta-feira, lamentou o terremoto.

“Profundamente consternado com a tragédia que atingiu o Haiti, ao qual nos sentimos vinculados fraternalmente em razão da presença da Força de Paz liderada pelo Brasil, transmito meu pesar e minha total solidariedade ao povo haitiano e à família das vítimas Brasileiras, civis e militares”, disse Lula na nota.


Fonte: JB
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger