quinta-feira, 26 de julho de 2018

Leonardo e a Força Aérea Italiana lançam a “International Flight Training School”

Partindo para uma iniciativa inovadora no campo da formação de seus pilotos, a Força Aérea Italiana e a Leonardo, lançaram na última edição do Farnborough International Air Show a “International Flight Training School”, que terá por objetivo a especialização de pilotos militares, fornecendo formação em asa fixa, rotativa e aeronaves remotamente controladas, sendo um marco importante para formação militar na Europa.

A européia Leonardo é uma das líderes mundiais no campo de soluções para treinamento, com  portfólio que apresenta soluções que vão desde o treinamento básico, com a nova aeronave M-345, e para treinamento avançado com o M-346.


O Tenente-General Enzo Vecciarelli, assinou no dia 17 de julho durante o evento, um acordo de colaboração que fortalecerá a gama de treinamentos já oferecidos pela 61ª Ala da Força Aérea Italiana e estabelecerá uma nova “International Flight Training School”(IFTS) voltada para o treinamento de pilotos militares.

A IFTS irá garantir o crescimento e a internacionalização da escola de treinamento da Força Aérea Italiana, ao mesmo tempo em que aumenta suas capacidades e a gama de soluções de treinamento para pilotos oferecidos aos seus parceiros. A IFTS alavancará os ativos de treinamento existentes e a experiência na formação avançada de pilotos militares da Força Aérea Italiana, somados as quatro aeronaves adicionais M-346, novos sistemas e serviços a partir de 2019 que serão fornecidos pela Leonardo.

Com base no plano atual, o IFTS poderá ministrar cursos para a Força Aérea Italiana e para a comunidade internacional. Hoje, as tripulações da Força Aérea, cumprem os requisitos de treinamento para pilotos militares em todo o mundo. A partir de 2021, todo o programa de treinamento avançado e pré-operacional da Força Aérea Italiana será transferido para uma nova instalação dedicada a fornecer toda formação e treinamento necessários para estes novos pilotos. A iniciativa da Leonardo conta com a participação de dois grandes players internacionais líderes no setor de treinamento, a Babcock International Group e a CAE, que após conversas chegaram a um entendimento com objetivo de reforçar as capacidades da IFTS.

Alessandro Profumo, CEO da Leonardo, disse: “como anunciado recentemente em nosso plano industrial e o acordo com a Força Aérea Italiana, estamos entrando oficialmente no setor de treinamento de pilotos de caça. A Escola Internacional de Treinamento de Voo (IFTS) é baseada em um sólido programa de colaboração entre a Leonardo e a Força Aérea Italiana, onde as sinergias operacionais resultantes nos permitirão aproveitar novas oportunidades do mercado e desenvolver colaborações internacionais. Nós planejamos estender esse modelo de negócio para cobrir o treinamento em plataformas de asa fixa, asa rotativa e aeronaves remotamente pilotadas.”


O chefe do Estado-Maior da Força Aérea Italiana, o Tenente-General Enzo Vecciarelli, disse: “essa iniciativa é o resultado de nosso desejo de juntar dois campeões nacionais para gerar sinergias em benefício da nação. A Força Aérea Italiana reforça o seu compromisso no campo da formação avançada, desenvolvendo um novo modelo de cooperação com a Leonardo. Os programas de treinamento contínuo se beneficiarão de novos recursos, incluindo novos treinadores fornecidos pela Leonardo sem custo adicional para a Força Aérea. Isso maximiza a qualidade do treinamento de nossos pilotos militares, que vão pilotar caças de 4ª++ e 5ª geração. Também atendendo à crescente demanda por serviços de treinamento de parceiros internacionais ”.

O programa de treinamento avançado da Força Aérea Italiana, baseado no inovador sistema integrado da Leonardo sistemas de treinamento, já apresentado de forma modular e versátil, garantindo a eficiência e atendendo às necessidades das diferentes forças aéreas. O programa satisfaz os requisitos de forças cujos estagiários realizaram módulos de treinamento para operar os caças de quarta e quinta geração com o 61 ° Stormo na Base Aérea de Galatina (Lecce).

O sistema de treinamento integrado da Leonardo é baseado no M-346, designado T-346A pela Força Aérea Italiana, sendo a espinha dorsal da 61° Ala, que é responsável pelo treinamento de pilotos e instrutores da Itália e nações amigas, como os EUA, Espanha, França, Áustria, Holanda, Polônia, Cingapura, Argentina, Grécia e Kuwait.

O M-346 já foi comprado pela Itália, Israel, Cingapura e Polônia, possuindo mais de 72 unidades encomendadas. O treinamento operacional, realizado pela Força Aérea Italiana com o T-346A, prepara os pilotos que farão a transição operacional para aeronaves de combate de última geração, incluindo o Eurofighter e o F-35. 

A Base também está equipada com tecnologias de treinamento live-virtual-constructive (LVC), incluindo Simuladores de missão completos para o M-346, construídos pela CAE. O LVC da Leonardo permite que os treinandos no solo interajam com pilotos no ar, voando aeronaves reais, durante as mesmas missões de treinamento.

Essa iniciativa marca a história de sucesso da Leonardo, que ao longo de sua história projetou, fabricou e deu suporte a mais de 2000 aeronaves de treinadoras, tendo vendido para mais de 40 nações. Hoje, a empresa é líder mundial em treinamento de pilotos, graças a uma gama de produtos que abrange todo o programa de formação: de básico, com o novo M-345, para avançado e lead-in com M-346.


GBN News - A informação começa aqui
com informações da Leonardo
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger