quinta-feira, 28 de julho de 2016

Prosseguem as buscas pelo piloto do AF-1 em meio a rumores

Nesta manhã recebemos notícias de fontes externas á Marinha do Brasil que informavam que o piloto havia sido localizado ainda no interior do cockpit da aeronave acidentada, que a mesma teria sido localizada na noite passada com a ajuda do navio de salvamento submarino K-11 "Felinto Perry", porém, tais informações não foram confirmadas pelo Centro de Comunicação Social da Marinha do Brasil, que nos informou através de nota que nada havia mudado no quadro das buscas até o momento e desmentiu as informações divulgadas.

Em respeito a transparência e a seriedade que lidamos com as informações fornecidas aos nossos leitores, publicamos abaixo a nota publicada pela Marinha do Brasil:


MARINHA DO BRASIL 

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA

Nota à Imprensa IV 

Brasília, em 28 de julho de 2016. A Marinha do Brasil, em complemento às Notas publicadas anteriormente, informa que as buscas ao piloto da aeronave AF-1B, desaparecido no mar desde terça-feira (26), prosseguem de forma ininterrupta e, até o início desta manhã (28), nada foi encontrado. 

Cabe esclarecer que o exercício operativo que estava sendo realizado e as aeronaves envolvidas não tinham conexão com a segurança dos Jogos Olímpicos 2016. 

Um Inquérito Policial Militar (IPM) foi instaurado ontem (27) para apurar as circunstâncias do acidente envolvendo as duas aeronaves AF-1B Skyhawk, de matrículas nº 1001 e 1011. Uma Comissão de Investigação de Acidentes Aeronáuticos (ComInvAAer) também foi estabelecida, ainda no dia 26, com o objetivo de identificar os fatores que contribuíram para o acidente e visando prevenir novas ocorrências. 


Continuamos acompanhando o desenrolar da operação de busca e resgate e ainda temos a esperança de que nosso piloto naval possa ser localizado com vida, apesar dos fatores que contribuem para o contrário.

Em resposta á pergunta de alguns de nossos leitores, a aeronave acidentada passou pelo processo de modernização, estando plenamente apta as operações as quais participava, atendendo aos requisitos da Marinha do Brasil para operação e segurança.


GBN seu canal de informação e notícias



0 comentários:

Postar um comentário