quinta-feira, 28 de julho de 2016

Novos contratorpedeiros nucleares Classe "Líder" entram em produção

A Rússia começou a desenvolver o novo contratorpedeiro nuclear "Líder", do projeto 23560. A embarcação será construída como parte do planejamento armamentista da Rússia para o período de 2020 a 2025.
Caraterísticas técnicas do contratorpedeiro nuclear Líder
Tripulação: 300 pessoas
Comprimento: 200 metros
Largura: 20 metros
Deslocamento: 17,5 mil toneladas
Velocidade máxima: 30 nós
Segundo analistas militares, o novo modelo tem características semelhantes às do "Orlan", do projeto 1144. O navio "Pedro, o Grande", que entra nessa categoria, é o único navio dessa classe na Marinha russa.
O deslocamento do novo contratorpedeiro, que poderá atingir a velocidade de 30 nós, será de cerca de 17,5 mil toneladas. Segundo uma fonte militar que não quis ser identificada, o "Líder" poderá realizar viagens marítimas de até 90 dias sem entrar no porto.
A fonte também afirmou que a decisão de desenvolver o novo destruidor nuclear está ligada à ruptura na cooperação militar com a Ucrânia.
"Anteriormente, navios desse tipo eram equipados com turbinas a gás importadas da Ucrânia. Hoje, em vez de começar a construção do navio do de zero, decidimos usar as usinas de energia nuclear russas, as mesmas empregadas em navios quebra-gelo", disse.
Nesse tipo de embarcação, as usinas substituem os motores.

O ex-vice-comandante da Marinha russa, Ígor Kassatonov, afirmou e entrevista à Gazeta Russa que Moscou deixou de construir navios desse tipo em 1989.

"Hoje, o país tem novos interesses geopolíticos e precisa estar presente em regiões remotas do mundo. E o 'Líder' poderá enfrentar os desafios da Marinha em qualquer parte do oceano global", arremata Kassatonov.
Armamento do contratorpedeiro nuclear Líder (dados preliminares)
  • 4 sistemas de lançamento de mísseis Kalibr com alcande de mais de 300 km
  • Sistema de defesa antiaérea S-500 "Prometheus"
  • 2 lançadores do complexo Polyment-Redut
  • Unidades de artilharia A-192 com calibre de 130 milímetros
  • 2 módulos de combate do sistema de artilharia Pantsir-M
  • Capacidade para levar dois helicópteros de múltiplas funções

Fonte: Gazeta Russa

0 comentários:

Postar um comentário