sábado, 23 de abril de 2016

Mitsubishi X-2 decola pela primeira vez, Japão inicia sua jornada rumo ao Stealth


O primeiro protótipo do caça stealth japonês Mitsubishi X-2 realizou seu primeiro voo nesta sexta-feira (22) em Nagoya no Japão. Esta é a primeira aeronave japonesa de 5ª geração.

 A Mitsubishi informou que o protótipo realizou um voo curto de 25 minutos e realizando uma série de testes para avaliar as capacidades da aeronave em manobras básicas.  Após os testes preliminares a aeronave pousou na base aérea de Gifu, cerca de 40 km de Nagoya.

Nomeado de “Shinshin”, que em japonês quer dizer “Espiríto do Coração", a aeronave teve uma boa avaliação pelo piloto de testes da fábrica, “O controle da aeronave foi exatamente como em nossas sessões de treinamentos em simulador. O avião é extremamente estável”, relatou o piloto, que teve sua identidade mantida sob sigilo pela empresa, em comunicado oficial.

Esse primeiro voo do X-2 é o primeiro passo de um longo processo de desenvolvimento pelo qual a aeronave ainda vai passar até sua concepção final e produção seriada. Segundo as previsões do Ministério da Defesa do Japão, a versão final do caça deve entrar em operação em 2028.

Segundo informações já divulgadas pela Mitsubishi, o "Shinshin" tem 14,2 metros de comprimento, 9,1 m de envergadura, 4,5 m de altura e pesa 9,7 toneladas. A fabricante, porém, ainda não divulgou dados sobre a performance do caça.

Além da concepção stealth, o novo caça japonês possui motores com empuxo vetorial, tecnologia que permite vetorar a direção da força aerodinâmica dos motores, assim o caça passa a contar com um aumento significativo em sua capacidade de manobra em relação aos motores convencionais.

O programa de desenvolvimento do caça stealth Mitsubishi X-2 teve inicio em 2009, e deve ao fim de seu desenvolvimento ser o caça que irá substituir os atuais F-2 das Forças de Defesa do Japão, sendo o F-2  uma versão japonesa do F-16 ‘Falcon’ dos Estados Unidos. A opção pelo desenvolvimento de uma aeronave de 5ª geração própria foi uma alternativa ao F-35 norte americano.

GBN seu canal de informação e notícias
com agências de notícias

0 comentários:

Postar um comentário