quarta-feira, 20 de abril de 2016

Avionics apresenta Vant Caçador na DSA

O VANT “Caçador”, uma versão brasileira do VANT israelense Heron-1, desenvolvido pela Israel Aerospace Industries (IAI) com atuação mundial em mais de 20 países. O "Caçador" decolou em fevereiro do aeródromo de Botucatu, no estado de São-Paulo, após o cumprimento de todos os regulamentos e obter todas as permissões exigidas pelas autoridades governamentais brasileiras.
 Esse foi o primeiro voo da aeronave que é um dos destaques da Avionics durante a 15ª Defense Service Asia (DSA), que acontece até 21 de abril em Kuala Lumpur, na Malásia. A empresa está presente no Pavilhão da ABIMDE, que conta com o apoio da APEX-Brasil.
Desde a assinatura de um acordo de cooperação há 3 anos, a IAI e a Avionics Services trabalharam em conjunto para estabelecer uma forte base industrial brasileira no campo de sistemas não-tripulados. O processo incluiu esforços significativos na transferência de tecnologia e conhecimento para garantir uma maior independência da indústria brasileira e proficiência dos complexos e avançados sistemas não tripulados. A Avionics Services estabeleceu profissionalmente a infraestrutura necessária no aeródromo de Botucatu para se tornar um centro de excelência para sistemas aéreos não tripulados.
O VANT Caçador é um vant de média altitude e longa duração, capaz de voar mais de 40 horas, a uma altitude de até 30.000 pés. O peso máximo de decolagem do VANT é de 1270 kg, que lhe permite transportar múltiplas cargas úteis simultaneamente a fim de executar uma variedade de missões. Além disso, o link de comunicação do Caçador inclui um canal de comunicação por satélite em banda larga para permitir que ele funcione em intervalos de mais de 1.000 km de sua estação de comando e controle - uma capacidade de grande valor, especialmente em países extensos como o Brasil.
"A operação bem-sucedida do VANT Caçador demonstra as capacidades e A força da Avionics na implantação de tecnologias de ponta e tomando a liderança nos mercados de VANTs do Brasil e da América Latina para aplicações militares e civis. O VANT Caçador bem como outros produtos desenvolvidos em conjunto com a IAI, resulta em um sistemas estratégicos de VANT para o mercado da América Latina, assegurando o apoio local e com resposta imediata aos nossos clientes dessas regiões." segundo João Batista Vernini, Diretor da Avionics.
 "O sucesso dos VANTs Caçador em voos civis reflete a nossa cooperação frutífera em curso com Avionics e expressa nosso compromisso de apoiar os clientes brasileiros." disse Baruch Bonen, Gerente Geral da DivisãoMALAT (VANT) da IAI.

Fonte: ABIMDE

0 comentários:

Postar um comentário