quinta-feira, 11 de junho de 2015

EUA não ousam atacar Irã temendo retaliação


Os EUA não ousam atacar o Irã porque sabem que a reação seria devastadora para eles, declarou um oficial iraniano de alta patente.
"Os norte-americanos estão cientes de que, se eles tomarem qualquer ação contra a Revolução Islâmica, eles não só iriam fracassar na sua tentativa de prejudicá-la, senão também iriam pôr sob ameaça a sua própria existência", disse o almirante, comandante do Corpo Marítimo do Exército dos Guardiães da Revolução Islâmica Ali Fadavi.
Durante um encontro com uma organização paramilitar de voluntários, ele frisou também que a consciência do iminente fracasso em caso de uma ofensiva serve como "impedimento" para os Estados Unidos. "É por isso que eles não se arriscam a iniciar qualquer ação que possa os prejudicar", acrescentou.
Mais cedo neste ano, o major-general do Exército dos Guardiães da Revolução Islâmica, Mohammad Ali Jafari, tinha afirmado que a retórica de guerra não podia mover o Irã, cujas forças estão preparados "para todos os roteiros.
E em maio, o general Amir Ali Hajizadeh, chefe da Força Aérea dos Guardiães da Revolução Islâmica, afirmou que o Irã iria responder com "chumbo quente" às tentativas de espionagem.

Fonte: Sputnik News

0 comentários:

Postar um comentário