terça-feira, 16 de junho de 2015

Coordenador antiterrorista da UE admite que há mercenários europeus na Ucrânia


Mercenários europeus combatem em nome das duas partes do conflito armado no leste da Ucrânia, apontou nesta segunda feira (15) o coordenador da luta contra o terrorismo da União Europeia, Gilles de Kerchove.

"Certamente, há um certo número de cidadãos da UE que se unem a uma das partes do conflito na Ucrânia", disse o coordenador em pronunciamento no Comitê do Parlamento Europeu para Assuntos Externos.

Kerchove também relatou que, a pedido da Ucrânia se reunirá nas próximas duas semanas com o líder do Serviço de Segurança do país para "ver em que medida podemos ajudá-los nessa área".

Kiev lançou em abril do ano passado uma operação militar contra as forças de Donbas, as quais estão insatisfeitas após a violenta mudança do governo na Ucrânia, em Fevereiro de 2014.

O conflito armado até então já causou mais de 6.400 mortes, deixando também mais de 15.900 feridos desde abril de 2014, segundo os últimos relatórios da Organização das Nações Unidas.


Fonte: Sputnik News 

0 comentários:

Postar um comentário