quinta-feira, 27 de setembro de 2018

USMC realiza primeiro ataque real com F-35B nos EUA


O F-35B realizou com sucesso sua primeira missão de combate real no Afeganistão, a aeronave pertencente ao US Marine Corps (USMC) realizou na manhã desta quinta-feira (27) o primeiro ataque realizado pelo tipo nas forças norte americanas.

A 13th Marine Expeditionary Unit, conduziu uma série de ataques na manhã desta quinta-feira (27) em apoio a operações das tropas no solo, onde o emprego dos F-35B foi considerado um sucesso pelo comandante da força terrestre e pelo Comando Central das Forças Navais dos EUA na tarde de hoje.

O Esquadrão de Ataque VMFA-211 do USMC, foi o primeiro esquadrão a empregar as aeronaves F-35B em operações a bordo do navio de assalto anfíbio USS Essex da classe Wasp.

"O F-35B representa uma melhoria significativa na capacidade anfíbia e de combate aéreo, conferindo flexibilidade operacional e supremacia tática", disse o vice-almirante Scott Stearney, comandante do U.S. Naval Forces Central command. “Como parte do grupo aéreo do USS Essex, esta plataforma pode lançar operações de ataque ao solo a partir de águas internacionais, ao mesmo tempo em que permite a superioridade marítima, aumentando a segurança e estabilidade.”

“A oportunidade de sermos o primeiro esquadrão do USMC a empregar o F-35B em apoio as forças em manobra no solo, demonstra um aspecto das capacidades que essa plataforma traz para nossos aliados e nossos parceiros”, disse Coronel Chandler Nelms, oficial comandante do 13th Marine Expeditionary Unit.

Embora o US Marine Corps seja a primeiro a empregar o F-35B em combate nas forças norte americanas, esta não foi a primeira vez que a aeronave realizou uma missão real de combate, onde o primeiro ataque realizado por uma aeronave F-35 no mundo, foi realizado por um F-35I “Adir” da força aérea israelense, que em maio deste ao realizou a primeira missão de combate real da aeronave.

O controverso F-35B foi declarado operacional em 2015 pelo US Marine Corps, tendo a USAF declarado seus F-35A operacionais no ano seguinte. O F-35C deverá ser declarado operacional pela US Navy em fevereiro de 2019, sendo a última variante a ser declarada operacional.

A história polêmica do F-35 em suas três variantes é permeada de atrasos e sucessivos aumentos no custos de desenvolvimento, sendo  o programa mais caro da história do Pentágono, superando a casa de 1 trilhão de dólares, mas a aeronave ainda está longe de atingir a pleno suas capacidades, onde continua apresentando vários desafios as equipe de técnicos e engenheiros que trabalham no desenvolvimento desta aeronave.

O F-35B é a variante de aterrissagem vertical da aeronave, permitindo ao piloto realizar o voo pairado e pousar verticalmente como um helicóptero, atendendo as necessidades operacionais de navios anfíbios que contam com convés menor que o encontrado em navios aeródromos.

O US Marine Corps também foi a primeira força a registrar a perda de uma de suas aeronaves, tendo no início deste ano registrado a retirada de serviço de um F-35, o qual teria sido vítima de um incêndio ocorrido há dois anos, que após exaustivas avaliações levaram o USMC a decidir por retirar a aeronave de seu inventário, declarando a mesma como perda.


GBN News - A informação começa aqui
com agências

Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger