terça-feira, 31 de março de 2015

França irá modernizar capacidades de defesa de seus navios da Classe "Mistral"

França irá atualizar três LHDs Mistral com armas de busca e travamento de alvos automático por infra-vermelho. O objetivo de tal investimento é reforçar a capacidade de proteção autônoma destes navios.

Até o final de 2015, a Marinha francesa está programando o inicio do trabalho de atualização em seus três navios da classe "Mistral", seus navios de assalto anfíbio com convoo para helicópteros "BPC" (Bâtiment de Projeção et de Commandement), sendo o "Mistral" (L9013), "Tonnerre" (L9014) e o "Dixmude" ( L9015) que terão reforço na sua capacidade de proteção autônoma.

Cada navio será equipado com duas estações de arma remota Nexter  NARWHAL 20B e dois Sistema Electro-Optical Multifuncional da Sagem, com sistema infra-vermelho de busca e acompanhamento de alvos e sistemas optrónicos giroestabilizada (EOMS-NG) dia-noite.

Os dois canhões 20F2 20 milímetros atuais serão retirados, embora os navios vão manter seus dois lançadores Simbad armado com dois  mísseis superfície-ar de curto alcance Mistral.

O "Dixmude" será o primeiro navio a receber as atualizações a partir do final de 2015, seguido pelo "Mistral" em 2016, e "Tonnerre" em 2017. As instalações ocorrerá durante a revisão de meia vida dos navios, segundo a Marinha francesa.

O sistema NARWHAL 20B conta com um canhão 20M693 de alimentação automática giroestabilizada com taxa de 700 tiros por minuto, utilizando munição calibre 20 x 139 milímetros, e um sistema electro-óptico Exavision. Seis sistemas foram comprados pela DCNS, em julho de 2014.
Seis sistemas EOMS-NG foram adquiridos por meio de um contrato com a DCNS em março de 2013. Os sistemas adicionais foram adquiridos para o navio de desembarque doca (LPD) "Siroco" (L9012). 

O sistema oferece capacidade de engajamento de longo alcance e busca panorâmica de 360 ​​°, detecção automática e acompanhamento de ameaças (incluindo mísseis anti-navios, aeronaves e embarcações de ataque rápido), utilizando um gerador de imagens de alta resolução térmica, uma câmera de TV, e um telêmetro laser .

Ambos os sistemas podem ser controlados através do sistema de gestão dos navios de combate ou um console de operação instalado na ponte.

A DCNS encomendou um total de 22 sistemas NARWHAL 20B, para equipar também as fragatas multimissão FREMM da Marinha francesa. A primeira FREMM equipada com o sistema foi a "Normandie" (D651), que foi recentemente vendida para o Egito e será entregue em meados de 2015, com um sistema NARWHAL instalado.

A corveta "L'Adroit" da classe  "Gowind"  foi o primeiro navio a receber o sistema EOMS-NG. Entende-se que os destróiers com mísseis guiados  o F 70 da Classe "Cassard"  e a Fragata de mísseis guiados classe "Floréal"  e o porta-aviões Charles de Gaulle irão recebê-lo também.

Fonte: GBN com agências de notícias

0 comentários:

Postar um comentário