terça-feira, 3 de março de 2015

Finlândia nega ter fornecido Telémetros laser de uso militar à Ucrânia

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia respondeu com grande surpresa a decisão do governo finlandês de fornecer à Ucrânia Telémetros laser que podem ser utilizado em sistemas de controle de fogo e armas individuais.

A Finlândia negou as acusações de ter fornecido Telémetros laser de uso militar à Ucrânia.

"A Finlândia não prestar assistência militar à Ucrânia", disse o ministro das Relações Exteriores, Erkki Tuomioja nesta terça-feira (3). Ele acrescentou que os equipamentos laser fornecidos pela Noptel foi concebido exclusivamente para uso civil em sistemas de monitoramento.

A Rússia tem uma visão diferente do caso. O Ministério das Relações Exteriores russo na segunda-feira (2), disse que tinha respondido com "grande surpresa a decisão do governo finlandês para conceder permissão para a empresa Noptel de fornecer mil telêmetros laser  LRF200 que podem ser utilizados em sistemas de controle de fogo e armas individuais",disse o ministério russo.

"Este passo dado pelo governo finlandês não ajuda a restaurar a paz e a estabilidade na Ucrânia, especialmente neste momento, quando depois de grandes esforços as partes interessadas começaram a fazer um progresso real no caminho de uma resolução do conflito intra-ucraniano e manter com acordo firmado em Minsk, reafirmado pela resolução 2202 do Conselho de Segurança da ONU ", disse o Ministério das Relações Exteriores. A posição da Finlândia gerou um grande desconforto aos esforços de paz na Ucrânia. 

0 comentários:

Postar um comentário