segunda-feira, 2 de março de 2015

AN-70 - Projeto de aeronave em cooperação russo-ucraniano paralisado há mais de um ano.

O Ministério da Defesa russo está considerando uma ação judicial para recuperar os recursos investidos no projeto AN-70

A Rússia e a Ucrânia, na verdade, suspenderam a cooperação no projeto da aeronave de transporte militar An-70 há mais de um ano atrás, segundo o chefe da empresa fabricante com sede em Kiev relatou nesta segunda-feira (2).

Oksana Trofimchuk comentou o relatório onde o Ministério da Defesa russo excluiu a aeronave An-70 do seu programa de aquisição de armas.

"Desde o ano passado, a situação deteriorou-se, e agora, a cooperação em todos os programas militares com a Rússia acabou", disse Trofimchuk.

O Ministério da Defesa da Rússia tinha a intenção de comprar 60 aeronaves An-70 até 2020. Cada aeronave tinha o custo estimado em cerca de 67 milhões de dólares.

O Ministério da Defesa russo está definindo  o programa de rearmamento das forças armadas deste ano.

A Rússia e a Ucrânia começaram a desenvolver o projeto conjunto em 2010. Moscou destinou aproximadamente 90 milhões de dólares para a Antonov.

O Ministério da Defesa russo está agora considerando uma ação judicial para recuperar os fundos, segundo o relatório.

O An-70 pertence a uma nova geração de aeronaves de transporte médio militar tático com capacidades de operar a partir de pistas curtas. O avião atinge cerca 750Km/h e pode cobrir distâncias de até 7.800 quilômetros. O An-70 pode transportar até 47 toneladas de carga.


Fonte: GBN GeoPolítíca Brasil com agências de notícias

0 comentários:

Postar um comentário