segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Chineses apresentam seu caça stealth FC-31 no Dubai Air Show

A China apresentou seu primeiro avião de caça Stealth no Dubai Air Show, mas até agora a aeronave de quinta geração não tem clientes à vista.

A Aviation Industry Corporation of China (AVIC) está "em negociações" com a força aérea chinesa para compra do FC-31 multi-função, segundo informou o gerente de projeto da AVIC, Lin Peng, no último domingo (8). Peng se recusou a dizer quando um acordo seria finalizado.

Altos funcionários da empresa informaram a mídia sobre as características furtivas e capacidades de ataque do FC-31, mas não demorou a perguntas da platéia.

Esta é a primeira vez que a empresa chinesa exibiu o FC-31, também conhecido como J-31 internacionalmente, embora uma aeronave protótipo tenha realizado voo durante a Zhuhai Air Show na China no ano passado. Os caças chineses são designados com um "J" para caça e "FC" para caça de exportação.

O FC-31 seria a primeira aeronave de seu tipo disponível para clientes globais que enfrentam restrições de exportação dos EUA ou não podem pagar pelo caça F-35  da Lockheed Martin. A empresa chinesa está tentando lançar o FC-31 como um concorrente para o JSF, mas neste momento não está claro o quão bem sucedido será. O foco parece ser o Irã e o Paquistão.

O FC-31, que se assemelha muito ao F-35, é um avião de médio porte, de baixo assinatura radar projetado para "as demandas de ambientes de batalha futuros", disse Peng a repórteres durante o briefing.

Funcionários tem elogiado a "excepcional consciência situacional" da aeronave conseguida com um radar avançado, as altas capacidades de manobras, e  baixa assinatura radar. O avião é equipado com dois motores fabricados na China, disseram autoridades - e não usam mais os motores russos RD-93 anteriormente usados na aeronave.

O FC-31 vai possuir em seu arsenal uma bomba de pequeno diâmetro, bem como uma variedade de armas, disseram autoridades.

A aeronave de teste tem voado por mais de dois anos, Peng disse a repórteres após o briefing. A AVIC está planejando o primeiro vôo da aeronave de produção em 2019, com capacidade operacional inicial prevista para 2022. O FC-31 estará plenamente operacional em 2024.

Funcionários e analistas norte-americanos acreditam que o projeto do FC-31 foi roubado do F-35 após relatos de uma falha grave na segurança cibernética de programas da Lockheed por hackers chineses em Abril de 2009.

Fonte: GBN com agências de notícias

0 comentários:

Postar um comentário