sexta-feira, 15 de maio de 2015

Rússia aumentará poderio militar na Crimeia em resposta à OTAN

O embaixador russo na OTAN, Alexander Grushko, afirmou nesta sexta-feira (15) que a Rússia reforçará o seu agrupamento militar na Crimeia em resposta aos planos de alargamento da aliança para o Leste.

Ele disse que não há proibição da colocação de sistemas de defesa na península. “Tudo o que fazemos na Crimeia é parte dos compromissos internacionais assumidos pela Rússia, não violam qualquer coisa.”

Durante uma videoconferência Moscou-Bruxelas organizada pela agência Rossiya Segodnya, Grushko observou que “não existe qualquer proibição de colocar lá (na Crimeia) sistemas de defesa”. Ele explicou que a intenção de reforçar a presença militar na península russa é devido ao aumento da atividade dos países da OTAN.

Grushko advertiu que os planos de expansão da aliança para mais perto das fronteiras russas ameaçam desestabilizar a situação e levar a uma corrida armamentista.

Fonte: Sputnik News 

0 comentários:

Postar um comentário